terça-feira, 25 de setembro de 2018

Um mapa astral musical | Playlist


A banda Hotelo lançou seu CD novo e ele é todo inspirado nos signos do zodíaco. O disco foi liberado no último dia (31) de agosto à meia-noite em todas as plataformas digitais. Com doze participações dente elas Atitude 67, Anavitoria, Caio Corrêa (ex integrante do Scracho), Dinho Ouro Preto, Jade Baraldo Nina Fernandes e outros. Conheço a banda de outros trabalhos e adorei a ideia de explorar os signos e com um tom engraçado, gostoso e sarcástico, se jogando em ritmos diferentes.

Os arranjos adequados para cada cantor foi a sacada mais legal em todo disco. É sempre muito bacana sair da zona de conforto seja ela musical ou qualquer outra. Todo processo criativo para construção do disco foi um grande desafio, mas que agregou demais para todos que fizeram parte deste processo criativo. Em um vídeo curto no seu canal do youtube, eles ilustram um pouco de como foi a experiência e contam que o disco foi gravado em casa.

Trechos das canções favoritas:

Mas não se esconda num casulo
Sem tu não é seguro viver

Pode crer. (...)
Câncer (part. Vitória Falcão)

Eu vou com todo mundo
Que é com todo mundo que eu quero estar
É esse abraço que eu quero apertar

E nesse abraço cabe um milhão
Libra (part. Ana Caetano)

Eu não dependo de ninguém
Ser livre é lindo
Mas devo te admitir

Que encontrar teu caminho atrapalha
Virgem (part. Nina Fernandes)

Mas não venha me irritar
O modo de eu trabalhar
Lentidão é perfeição
E agora eu vou jantar pra depois
Touro (part. Pedro Calais)

domingo, 2 de setembro de 2018

Ana e Vitória | Manteiga de cinema

Foto: Papel Pop

Na sexta (03) de agosto, compareci a sessão especial organizada pelo Cinemark em Recife para a sessão do filme Ana e Vitória com a presença das cantoras. O evento foi bem cheio e o que levou as fotos que seriam individuais serem em grupo, pois já estava atrasado devido a outra sessão que aconteceu mais cedo organizada pelo shopping também.

O filme é uma mistura ficcional de tudo que aconteceu na trajetória das cantoras até aqui de uma forma leve e engraçada como a dupla. A trilha sonora é linda e foi composta por elas e as faixas acabaram fazendo parte de seu disco novo O tempo é agora já tem post por aqui contando o que achei. A comédia romântica é linda, leve e tem muitas particulares que foram exploradas no roteiro e na montagem das cenas. Também teve participações especiais como as de Mari Nolasco, Pedro Pascual, Mike Túlio e Guto Oliveira da banda Outroeu. 

Foto: Aletral
O longa tem muito a carinha do duo provavelmente pela participação integral delas tanto no roteiro e por serem as mesmas que representam seus próprios papéis na história. Quando saiu o pôster achei que fosse uma brincadeira e me peguei pensado se seria uma boa esse filme. Confesso que amei ser surpreendida por cada coisa importante na narrativa que compõe este longa. Tudo é muito importante e é uma comédia romântica com bastante representatividade lésbica, bissexual e que gostaria ter assistido quando era pré-adolescente. A Clarissa Müller foi uma das atrizes revelações famosa nas suas redes sociais ela canta e atua revelando seu artístico lado para os seus seguidores. 

Além de músicas inéditas a trilha sonora é composta por sucessos do início da carreira da dupla. A classificação indicativa é de 12 anos. O filme estava em todos os cinemas do Brasil e vale com certeza uma ida ao cinema para sair de coração mais leve e energias recarregadas. E espero poder comprar dvd e trilha sonora para sempre ouvir as músicas da maneira que foram interpretadas, pois gostei demais.

Serviu também para que os fãs a enxerguem como duas pessoas diferentes e não integrantes de uma coisa só, mas o conjunto de algo. 

Foto tirada no evento:
Trailer do filme: