Destaques

Receba nosso conteúdo por e-mail ♥

domingo, 25 de fevereiro de 2018

O verão que mudou minha vida | Estante

Nome: O verão que mudou minha vida. 
Autora: Jenny Han.
Editora: Record.
Classificação: 
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino

Sinopse: No verão acontecem os amores. A casa de Veraneio de Susannah melhor a amiga de sua mãe é onde Belly passa suas férias de verão desde criança para ela é onde realmente sua vida acontece junto com todas as coisas boas. Junto com seu irmão mais velho Steven, Jeremiah e Connor seus irmãos postiços e filhos de Sussannah eles dividiram histórias, amores e férias nesses últimos anos. A véspera de aniversário de Belly marca o último verão de todos em Coussins Beach e com isso tudo parece mudar. No próximo verão eles vão estar ocupados demais com outras coisas como faculdades e alguns podem nem estar mais entre nós. 


Belly está ansiosa para seu aniversário de dezesseis ano em Coussins. A casa de veraneio tem sido onde ela passou seus melhores momentos com sua família amigos e onde ela alimenta seu amor platônico por um dos irmãos Fisher filhos da melhor miga de sua mãe. Neste verão ele finalmente ele vai enxergar a garota de forma diferente, mas esse amor ficará no verão ou será efêmero assim como a estação?

Decisões de faculdade, festas, amores e muita diversão. E uma importante discussão sobre família e sentimentos. O livro trás uma narrativa sensível e singela pelo olhos de uma garota que ama o verão e que tem uma relação muito particular com uma família e trás pequenas reflexões sobre a vida, dilemas clichês de adolescente e o primeiro amor. 


Minhas impressões:

Talvez eu tenha ficado um pouco viciada em Jenny Han desde Para todos os garotos que já amei rs. Estava numa vibe de leituras de verão desde Dezembro e botei esse livro na tbr de janeiro por isso. 

A história é linda e envolvente e acaba rápido como o último suspiro de verão. É notável o quanto a autora cresceu e amadureceu sua escrita, acredito que este tenha sido sua primeira série publicada e é sim muito boa, porém com algumas divergências que me fizeram tirar uma estrelinha na avaliação. 

Não consegui gostar do Connor, suas atitudes eram muito egoístas e isso me fez ficar em uma relação conflituosa com o personagem. A personagem principal tem algumas atitudes machistas que me deixaram bem triste, mas entendo perfeitamente que o livro foi escrito com sob a visão de uma adolescente de dezesseis anos e que pode não ter nem entendido os erros de seus julgamentos. 

A autora em questão já deixou transparente seu posicionamento a respeito disso nos outros livros da série e na sua série mais recente. E também não culpo a personagens por tais atitudes, mulheres são criadas para julgar outras mulheres competir entre si e não para ser amigas.

É um bom livro para o verão sobre primeiro amor, amizade e acima de tudo família. Às vezes as pessoas tomam decisões ao longo da vida muito complicadas de serem entendidas não só pela questão familiar, mas uma série de outros fatores que implicam no enredo principal e de como às vezes não conseguimos perceber o que está bem diante de nossos olhos. A série me ganhou pelo enfoque familiar e as discussões ao longo da história. Foi gostoso acompanhar o crescimento deles a cada página até o último capítulo. 



Citações favoritas:

Afinal de contas, por que a mulher deveria mudar o seu nome por causa de um homem? Não deveria.

Parecia que tínhamos a vida toda pela frente.

É difícil desfazer-se do passado. Seria como jogar fora uma parte de si mesma.

São as imperfeições que tornam as coisas belas.

Sempre encontraremos a nos mesmos no mar. 

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Escritos & Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in