Destaques

Receba nosso conteúdo por e-mail ♥

quarta-feira, janeiro 31, 2018

Maze Runner: A cura mortal | Manteiga de cinema

O último filme da série baseada nos livros de James Dashner intitulado como Maze Runner: A cura mortal temos o grande desfecho esperado pelos fãs que ficou em pausa após um grave acidente do ator protagonista Dylan O'Brien nas gravações do longa. O estado de saúde do ator não ficou comprometido após o acidente onde ele teve alguns ossos da face fraturados, mas para sua melhor recuperação os produtores acharam melhor dar uma pausa nas gravações para mais detalhes leia a matéria do Sétima Cabine.

Assisti o filme na pré-estria oferecida pela Fox que foi organizada pelo Espaço Z aqui em Recife.

O filme está repleto de ação e as cenas inicias deixam isso bem claro logo no início onde não poupa efeitos especiais. O grande desfecho entre Thomas e Tereza é finalmente exposto o que fez os fãs vibrarem e alguns ficaram um tanto quanto esperançosos quanto o casal. Se você não viu os outros filmes, recomendo que veja, pois não tem como você pegar os principais desfechos saga sem ter assistido aos outros filmes ou ter lido os livros.

Apelidado carinhosamente por alguns expectadores como Mad Max para adolescentes. No geral, é uma boa adaptação apesar de seu roteiro ter sido bastante fraco. Foi uma franquia bem sucedida e encerrou bem a história, chorei numa cena específica confesso com a morte de personagem. Mas o que me deixou mais feliz foi que o filme não divido em duas partes. Além de não ter essa necessidade isso foi uma "moda" que começou em Harry Potter e as Reli quias da morte se arrastou por Crepúsculo e Jogos Vorazes, porém essa é uma via de mão dupla tanto pode render dinheiro para uma franquia como pode acabar com ela. 

Confira o trailer do filme:

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Escritos & Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in