Destaques

Receba nosso conteúdo por e-mail ♥

domingo, 31 de janeiro de 2016

Estante: Por lugares incríveis.



Nome: Por Lugares incríveis.
Autora: Jennifer Niven.
Editora: Seguinte.
Classificação:
Onde encontrar:  AmazonCultura| Saraiva | Submarino
"Você me fez te amar, e essa deve ser a maior coisa que meu coração já foi digno de fazer..."



Sinopse: Violet tinha a vida perfeita, amigos perfeitos, um namorado lindo e até tinha uma revista online com a sua irmã mais velha. Mas após um acidente de carro que apenas ela sobrevive, sua vida vira de ponta a cabeça. Theodore Finch é um personagem diferente a cada semana, sempre faz a 1 coisa que vem á cabeça. Essa sua personalidade imprevisível, sempre lhe traz muitos problemas, ele acaba se tornando o esquisito da escola. Para piorar isso tudo ele sofre com depressão, um pai violento e a apatia do resto da família. Em umas das tentativas de suicídio ele para no alto da torre do sino da escola e encontra Violet lá em cima para sua surpresa. Eles se ajudam a sair dali e o resto da história bom, eu não vou contar, mas eu posso dizer que eles saem pela cidade em busca de lugares incríveis. 


Se ela não gostar de como você é, então você não precisa dela.

Violet está muito confusa após a o acidente com sua irmã, ela se sente culpada por ter sido a única sobrevivente no carro. Após o incidente da torre, ela e o Finch se tornaram mais próximos. Depois disso um professor de geografia passar um trabalho e eles são escolhidos como dupla para pesquisa. 

Eles se aproximam ainda mais e saem por Indiana conhecendo vários lugares como: bibliotecas que funcionam em trailers antigos, lagos sem fundo e montanhas-russas.  
  


Encantador, tocante e surpreendente. Se eu tivesse que descrever esse livro em 3 palavras, seriam estas. Estava preparada para só mais um romance adolescente bem clichê, mas esse livro me surpreendeu da melhor forma possível. 

Escrever é tão difícil que os autores, tendo passado o inferno na Terra, escaparão de qualquer punição depois. 

Não só pela sua escrita, como também pela maestria com que a autora soube dominar o tema. Depressão é um problema muito sério, poucos livros tratam tão bem do assunto. A forma como foi abordado, com certeza é um dos pontos mais fortes do livro. Tão lindo e profundo, Por lugares incríveis é um livro sobre amor, perdas e depressão. Não contive as lágrimas em certas partes desse livro, adoraria comenta-las, porém seira um tremendo spoiler. Não procurem saber muito antes da leitura, fiz isso e tive bastantes surpresas.

O que percebo agora e não importa o que a gente leva, mas sim o que a gente deixa.

Esse é provavelmente um daqueles livros que vocês ainda vão me ouvir falar muito nas redes sociais, principalmente porque ele vai virar filme.  A Ellie Fannig quem vai protagonizar o longa ( já a vejo como Violet e vocês?)

Já leram Por lugares incríveis?, me contem nos comentários!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

TAG: Trechos de músicas


Olá, vocês sabem que eu não costumo responder tags exceto as que eu acho interessante. Vi essa no blog Until we die (que tem um layout lindo de morrer, vejam). Consiste em colocar trechos de músicas de acordo com as perguntas, como eu amo música e não vivo sem, achei muito legal responder e quem quiser também fiquem a vontade para me mandar o link nas redes sociais ou comentar aqui, vou adorar ler!
Quem criou a tag: O outro lado da raposa.
  Um trecho que te emociona: The one that gotta way - Katy perry, todo mundo tem aquela música que te toca e faz você ficar o olhos marejados onde você escutar não é? Essa é a minha.
In another life, I would be your girl. We'd keep all our promises be us against the world.

Um trecho alegre: Essa música me lembra carnaval e lembra que quando eu era criança e viajava com a família, sempre tocava ela em algum lugar.
A semana inteira fiquei esperando, pra te ver sorrindo, pra te ver cantando. Quando a gente ama não pensa em dinheiro, Só se quer amar!
Só quero dinheiro - Tim Maia 


Um trecho que você não consegue cantar: Qualquer música da Nick minaj, eu nunca consigo acompanhar! Em Bang Bang que ela conta com Jessie J e Ariana eu sempre me perco nessa parte:


It’s Myx Moscato
It’s frizz in a bottle
It’s Nicki full throttle
It’s oh, oh
Swimming in the grotto

Jessie J - Bang Bang (feat. Ariana Grande / Nicki Minaj)

Um trecho que fale de comida - Não lembrei de nenhum! 

Um trecho que descreva um momento da sua vida -  Da minha banda favorita de todos os tempos!


I woke up with the sun, thought of all of the people places and things I've loved. I woke up just to see, of all of the faces you were the one next to me.
If i love myself  - OneRepublic

Um trecho que fale o nome da música: Do Ed que escreve as letras mais lindas e verdadeiras! 

She’s like cold coffee in the morning. I’m drunk off last night’s whisky and coke
Cold Coffe - Ed sheeran ♥ 

Um trecho que diga exatamente o que você pensa: a banda que conheci em 2015, mas que me acompanha até hoje!

Keep on dreaming, don't stop breathing, fight those demons!

Afraid - The Neighbourhood ♥

Seu trecho favorito: Do ruivo e do Justin, melhor parceria! Já quero várias!

Cause if you like the way you look that much. Oh baby you should go and love yourself. 
And if you think that , im still holdin' on to somethin' you should go and love yourself.
Love yourself -  Justin Bieber feat. Ed Sheeran ♥

Essa foi a tag, espero que tenham gostado! Se responderam, não esqueçam de me mandar o link ou de deixar aqui nos comentários!      

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Manteiga de cinema: The duff


Ei pessoal, tudo bem? Desculpem o sumiço, mas estive ausente nos últimos dias porque fiquei meio doente e não tava dando para escrever, mas vi algumas séries novas e uns filmes legais e vou fazer post sobre todos eles para vocês.




O filme conta a história da Bianca Piper, após o Wesley Rush seu vizinho gato revelar que ela é uma D.U.F.F. que em inglês significa: Designated Ugly Fat Friend, traduzindo: Desengonçada, útil feia e fofaEla se desolada por achar que amigas usaram ela esse tempo todo para parecerem mais bonitas. Então ela pede ajuda ao Wes seu vizinho, por qual todas as garotas a escola suspiram, eles eram amigos quando crianças. 

A história vai se desenrolar nisso, é uma típica comédia romântica adolescente que se passa no final do ensino médio. E que me deu uma bela saudade da escola. Particularmente, adorei o filme dei muita risada com as peripécias da Bianca. Se você curte comédias românticas e aquele típicos filmes adolescente com certeza, também vai curtir. 


É um filme clichê, daqueles que você assisti no final do domingo junto com as amigas ou até mesmo sozinha com uma panela gigante de brigadeiro. Uma boa indicação para quem está entrando no ensino médio e está preocupada com os rótulos, frases do filme: 
"Sempre haverá alguém mais gata, rica ou talentosa. Isso não deve afetar a sua opinião sobre você." - Bianca Piper.
"Não importa o rótulo que te puserem, só você pode se definir." - Bianca Piper.
Fuçando alguns sites a internet, descobri que esse filme é baseado num livro. E achei essa resenha, caso queiram ler: https://psychoreader.wordpress.com/2015/11/20/resenha-the-duff-kody-keplinger/

Atualizando o post, li recentemente o livro e o resenhei no blog, clique aqui e confira! 
Já assistiram The DUFF? Me contem nos comentários.

sábado, 23 de janeiro de 2016

#LeiaUmNacional : Cybelle Santos.


Oi pessoal, tudo bem? seguindo as entrevistas desse ano. A Autora Cybelle Santos, um amor me respondeu super rápido e adorou participar do projeto, espero que gostem de conhecer o trabalho dela. 

PROJETO LEIA UM NACIONAL – ENTREVISTANDO ESCRITORES NACIONAIS.

1º Por que decidiu se tornar escritor? 
O mais engraçado de tudo é que eu não decidi. Aconteceu de isso tomar conta de mim e eu ir atrás de uma publicação. Antes de tudo, eu nunca tinha parado pra pensar em ser escritora.  Mas agora, um dos principais motivos é poder confortar pessoas, trazer histórias que entretém e tocam o coração. Principalmente criar tudo que eu não pude vivenciar do jeito que eu quero.

2º Qual sua maior inspiração para escrever?
Com certeza são as coisas que sinto e o quero passar com a história ou no caso o texto. As pessoas, os sentimentos, as sensações e as possibilidades.

3º Já teve uma fase de bloqueio criativo? Se sim como foi que consegui sair dela?
Sim. Acho que todo mundo no mundo da escrita já teve. O melhor é não se apegar a isso e fazer tudo pra distrair e soltar sua mente. Não se forçar a nada é o segredo, porque em um momento aleatório a criatividade volta e tudo flui de novo.

4º Você acredita que as pessoas estão se tornando leitores mais cedo hoje devido ao mercado literário estar bem variado?
Acredito. E fico muito feliz de ver isso pessoalmente. Além de escrever, trabalho em uma livraria e isso me proporciona aprendizado em ver pais que incentivam crianças desde pequenos com livros e que crianças que entram animadas na livraria. Sem dúvida saber que estão lendo mais é muito bom.

5º Qual seu escritor favorito e por quê?
Que pergunta difícil. Haha. Mas vou citar a J. K. Rowling. Ela foi a primeira autora que me inspirou pela história e por escrever uma história incrível que prevalece famosa não importa quanto tempo passe.

6º Gosta de produzir ouvindo música? Se sim quais?
Sim. Normalmente músicas calmas e que deixam minha mente mais limpa. Adoro ouvir Gabrielle Aplin, Colbie Caillat e Gabi Luthai.

7º Hoje em dia os jovens vem cada vez mais devorando livros e mais livros, No futuro acredita que boa parte da nossa sociedade vai adotar o hábito da leitura com mais facilidade?
Sim.  Nós temos que acreditar que a sociedade continue a buscar nos livros uma cultura e uma forma alternativa de vivenciarem o que desejam por meio de histórias. A variedade de histórias, públicos e livros estimula isso, e prevê futuramente uma geração de jovens lendo cada vez mais futuramente.

8º Qual sua relação com seus leitores?
É uma relação de amizade. Eu me sinto como se fosse amiga deles. Converso sobre quase tudo, dou conselhos. Ainda é incrível e impressionante sentir o carinho deles por mim e pelo meu trabalho. Eu só tenho a agradecer. Eles são a razão de tudo.

9º Sei como é maravilhoso para um escritor ter seu trabalho reconhecido, Como foi saber que livro seria publicado?
Foi surreal. Na verdade, no primeiro livro achei que tinham me enviado o e-mail errado. Mas pareceu que não era verdade sabe? Só acreditei quando me enviaram a capa completa pra aprovar e o livro chegou em casa. Pisquei duas vezes pra ter certeza de que era meu nome escrito ali na capa. É uma emoção que não dá pra descrever.

10º Faça uma lista dos seus 5 livros nacionais preferidos.
Fazendo meu filme – Paula Pimenta
No mundo da Luna –Carina Rissi
Escandalo – Tammy Luciano
Um sorriso ou dois – Frederico Elboni
Não se apega não – Isabela Freitas

Redes sociais da autora:


Sinopse de Palavras apaixonadas:

Pense do que os sonhos são feitos. Todos eles são constituídos de algo. Pra essa autora, esses sonhos são feitos de paixão e palavras. Palavras que são feitas para descrever aquilo que sentimos e que não podemos falar. Reunindo alguns contos e crônicas inéditos e retirados de seu blog, a autora descreve suas sensações, seus sonhos, seus sentimentos e tudo aquilo que percebe a sua volta, colocando todo seu coração nessas palavras. Qualquer semelhança com você não é mera coincidência. Embarque nesse livro cheio de intensidade, e se apaixone aos poucos


Sinopse de Escrevendo nossa historia:

Claire acredita que ninguém sabe realmente o significado de dor além dela. Com um passado conturbado, cheio de cicatrizes que a lembram de dores que ela quer esquecer ela vê seus pais se separarem. Ao mesmo tempo em que descobre que seu namorado a traiu com a melhor amiga acaba envolvida em um vazio que acredita que não possa ser preenchido. Em um encontro inesperado ela conhece Miguel, um jovem agressivo que tenta afastar seus medos bebendo e saindo com várias garotas. Ele não se envolve com ninguém até conhecer Claire. Sem entender porque ela o impressiona ele quer tentar de todas as formas se aproximar dela. Os dois entram em um estado de negação já que não querem admitir que estejam atraídos um pelo outro. Enquanto se envolvem, peças de seus passados se encaixam, segredos são revelados e acontecimentos inesperados mudam o trajeto de uma história que tinha tudo para ser uma linda história de amor. Dois jovens perdidos em suas dores que acabam sendo a salvação um do outro. Serão eles capazes de deixar seus respectivos passados para trás? O amor é forte o suficiente para superar tudo? Envolva-se na história de duas pessoas transformadas por um sentimento.


sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Escritos: Carta sem remetente.


Leia ouvindo:  Amanhã - Zimbra

Sentei em frente ao mar para pensar e quem sabe enfrentar o que sinto por ti. Foi complicado do início, era uma explosão de sentimentos e eu estava bem confusa. Então peguei um caderno e escrevi tudo que queria te dizer e não disse.


"Sinto sua falta."

"Queria não ter acabado tudo."
"Por que me deixou ir?"
"Eu nunca quis te deixar, mas a ideia de te ver sofrer me partiu em mil pedaços."


Logo as folhas ficaram borradas, as lágrimas pareciam não cessar, Mas de certa forma me senti aliviada, estava pondo pra fora o que senti por meses e guardei pra mim, então escrevi:

"Eu queria você comigo, te abraçar, te beijar, ouvir a nossa banda. Mas sabe, nesse meio tempo aprendi que nós temos que amadurecer muito. Talvez quando nos cruzarmos na próxima vez, seja o momento ou daqui há 10 anos. 
Enquanto ele não chega, escrevo pra passar a saudade. Apago o histórico das conversas, olho sua vida imaginando se eu tivesse junto. E por fim, te esqueço ou te tenho de novo aqui?"

Olhei pro mar novamente o conforme as ondas se formavam, desejava que tudo que eu sinto por você fosse embora Não me leve a mal, porém esse sentimento toda já está me fazendo mal. Eu tenho me anulado, evitado outros caras e consequentemente só tenho escrito sobre você. É como se eu tivesse uma enorme bola de saudade na minha criatividade que faz com todos os meu textos sejam cartas sem rementes endereçadas a ti. Eu amo escrever sobre nós, o que fomos e o que não fomos, gosto de relembrar as  coisas boas.

Afinal a vida não isso? Guardar o que foi bom e arquivar o que vivemos como experiência.

Tem sido nem complicado nos últimos meses sem ti, nem eu sou mais a mesma e os meus amigos estão começando a reparar. Outro dia comecei a ver aquela série que você gosta, só pra parar de sentir tua falta e admito que gostei, Contudo nada vai ser melhor Friends, você sabe.

Espero que eu fique bem e que você também esteja bem. Já parou de se anular e mostrar o cara legal que és por mundo? Se não, já ta na hora guri. Não é para mudar e deixar de ser aquele cara legal, porém seja mais você e menos tímido. 

Começa a tocar Friends do Ed Sheeran, queria que fossemos próximos outra vez. Mas temo que seja cedo demais e eu acabe confundindo as coisas e nos magoando outra vez. E segundo meus amigos seria impossível disfarçar o brilho nos olhos que eu tenho perto de você ou sorrisos bobos, mesmo eu acreditando cegamente que nunca tive isso. Eles dizem que eu era apaixonada demais pra notar, porém eu adoro reparar nos detalhes e não creio que deixei esses passarem assim tão fácil. 

Olho pro mar, tomo o resto do meu café, fecho o caderno e prometo a mim mesma seguir em frente, bom fácil não vai ser, porém ninguém disse que seria simples esquecer você.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Estante: Recomeço.


Nome: Recomeço.
Autora: Cat Patrick.
Editora: Intrínseca. 

Classificação: 


Onde encontrar: AmazonCultura | Saraiva | Submarino

Sinopse: Depois de um acidente de ônibus que tudo começou. Daisy era muito pequena por isso tudo que se lembra são flashes. Ela só lembra de ter morrido e depois de ter isso trazida de volta a vida. É isso o que recomeço faz, da uma nova vida para pessoas que morreram, mas apenas os que ainda tem seus corpos perfeitamente preservados. Recomeço é um programa secreto que o governo ainda vai aprovar. Dez anos após sua morte Daisy, agora com 15 anos. Ela já morreu 4 vezes. E a cada morte recebe um sobrenome diferente e uma nova vida.
"Mas a verdade é que só o tempo pode consertar as feridas do coração."

Daisey é uma personagem muito bem articulada e diferente das que eu sou acostumada a encontrar nos livros. A escrita da autora é intrigante, estava lendo num ônibus e quando percebi, já tinham se passado 8 capítulos e eu nem tinha percebido. Em dois dias e meio, conclui a leitura.


O livro se passa quando ocorre a última morte da Daisey, ela acabou de se mudar de cidade e acaba de fazer uma amiga a Audrey. Ela era bastante fechada e não tinha amigos nas cidades anteriores graças ao sigilo em que o programa vive.


"Ela é o tipo de lugar em que todos queriam morar... se o coração não estivesse preso em algum lugar do Meio-oeste."


Ela vai descobrir novas sensações e sentimentos, também vai conhecer um cara legal e que vai salvar a sua vida. O Recomeço é uma ideia incrível, pode ser meio estranho falar isso, mas eu queria ser pesquisadora do programa caso ele existisse.

Após descobrir segredos sobre o programa e cada informação que ela descobre, percebe que pode estar vivendo uma mentira. Um peão num jogo completamente obscuro e perturbador, como ela se sente após desvendar alguns segredos do Recomeço.  



"Mas fugir dos momentos difíceis para me lembrar dos bons não parece certo."

O livro acaba com o epílogo do próximo, estou ansiosa para que seja lançado. Já leram Recomeço? Me cotem nos comentários! 

sábado, 16 de janeiro de 2016

Estante: Minha vida fora de série 2º temporada.



Nome: Minha vida fora de série 2º temporada.
Autora: Paula Pimenta.
Editora: Gutenberg.
Páginas: 419 páginas.
Classificação:

Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino


Sinopse: Priscila agora com 16 anos, como toda adolescente ela precisar lidar com certos problemas. Com o vestibular chegando, as amizades que parecem se desgastar e o aprendizados de um relacionamento de anos. Alguns acontecimentos do passado que aparentavam ser esquecidos, podem ressurgir e se mostrar nunca esquecidos. A série da Pri está cada vez mais imperdível, não perca os episódios de Minha vida fora de série.

Se quiserem, é claro. O mais, importante, que é o amor, vocês ainda têm eu tenho certeza disso. Mas não deixe o tempo passar muito, porque, por maior que seja, ele corre risco de morrer se não for cultivado.


Um acontecimento às vezes pode mudar o rumo das coisas. No aniversário de 15 anos da Pri uma decisão vai mudar a vida dela para sempre. Separações, ás vez nos ensinam mais do que podemos perceber. 

Se eu tivesse que resumir esse livro em um palavra seria: Amadurecimento. Como em todos os seus livros, a Paula gosta de evidenciar determinado fatos. Em Fazendo meu filme, vimos a Fani aquela menininha tímida e quietinha ganhar o mundo. Nesse livro não vai ser diferente, vamos enter como a Pri conquistou o seu espaço entre os amigos, além de rir com as peripécias da personagem, você pode separando os lencinhos, pois você vai se emocionar.

Alguns episódios tristes são necessários para darmos valor aos felizes. Afinal, são todos eles somados que nos fazem crescer... e que fazem a série da nossa vida valer a pena.
Se minha vida fosse uma série, a Paula sem dúvida seria minha roteirista principal. O jeito como ela escreve é encantador, mas devo alertar que se você não curte romance, talvez essa leitura não te agrade. Queria poder prolongar a resenha, mas temo que posso soltar alguns spoilers e estragar a sua leitura. 

Então, não perca a série da Pri e depois me conte o que achou nos comentários.
Já leram Minha vida fora de série 2ª temporada? Me contem nos comentários.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Youtube: Taylor Swift book tag com a @Tatibooks




Quem criou:



MÚSICAS/PERGUNTAS:
1. We Are Never Ever Getting Back Together – escolha um livro ou série que você estava amando, mas que depois você decidiu que queria “terminar” com ela.
2. Red – escolha um livro com a capa vermelha.
3. The Best Day – escolha um livro que faça você se sentir nostálgica (o).
4. Love Story – escolha um livro com uma história de amor proibida.
5. I Knew You Were Trouble – escolha um livro com um personagem mau, mas que apesar disso, você não conseguiu resistir e se apaixonou (ou gostou muito) dele.
6. Innocent (written b/c of Kanye West!) – escolha um livro que alguém estragou o final para você (spoiler!).
7. Everything Has Changed – escolha um livro em que o personagem se desenvolve bastante.
8. You Belong With Me – um livro que você está ansiosa (o) para que seja lançado e que você possa ler.
9. Forever and Always – esolha o seu casal literário favorito.
10. Come Back, Be Here – escolha um livro que você não gosta de emprestar por medo de nunca mais voltar.

MÚSICAS/QUESTÕES BONUS (adicionadas pela Katy):
11. Teardrops On My Guitar – escolha um livro que te fez chorar muito.
12. Shake It Off – escolha um livro que você ama muito e não está nem aí para os haters.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Escritos: Além tudo isso, agora tem você.




É estranho ouvir uma música que me trazia tantos suspiros, sorrisos e de certa forma uma paz. Me trazer uma bela bagunça e me deixar sem saber onde ir, o que fazer e até mesmo a quem recorrer. Eu sei, já se passaram alguns meses. Normalmente eu já estaria tocando a minha vida e escrevendo sobre amores imaginários que só existem nas páginas do meu diário. Ouvindo outras bandas, conhecendo outras pessoas e indo a novos lugares.

Mas dessa vez insisto em me apegar as lembranças, nem sei bem o porquê. Talvez eu ainda goste de ti e te queira comigo, até mesmo como amigo.

Talvez essa seja minha maneira de negar o fim. Cada um seguindo seu caminho e agora vão trilhar uma nova história, porém dessa vez não vamos ter um ao outro pra contar tudo que aconteceu no fim do dia. E nem pra rir das bobagens que acontecem na nossa vida.

O mais estranho é que eu jurava já ter dito adeus, tolice a minha achar que largaria tudo e seguiria assim. Sempre fui apegada a pessoas, lugares, músicas, livros, momentos e agora além de tudo isso, tem você.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Wishlist: Livros que quero ler em 2016




Oi pessoal, tudo bem? Reuni alguns livros que quero ler esse ano, a lista é imensa, mas eu só coloquei alguns, porém se quiserem posso fazer outro post sobre caso vocês queiram.

Antes que eu vá - Samantha tem o namorado mais cobiçado, três amigos legais e todos os privilégios no colégio onde ela estuda. Melhor mesa no refeitório, melhor vaga no estacionamento. 12 de fevereiro, uma sexta- feira apenas um dia normal de sua vidinha perfeita, acaba sendo o último de sua vida. O que ela não esperava ganhar uma segunda chance, na verdade sete segundas chances. Assim ela vai desvendar o mistério de sua morte. 

A desconstrução de Mara dyer - Mara não sabe se é louca ou assombrada, a única coisa que ela sabe é que tudo a sua volta, acaba morrendo. Depois de acordar em hospital sem memória, Após uma fatalidade que aconteceu entre sus amigos, ela foi a única sobrevivente. E depois de tudo isso, talvez seja impossível se apaixonar.  

O projeto Rosie - Don Tillman, é um cara com uma vida comum, porém bastante programada. Para ele, não há na que não possa ser solucionado com uma pesquisa científica, exceto mulheres. Uma coisa não definida pelos estudo de Don, sua incapacidade arrumar uma esposa. Nem mesmo uma namorada. Por isso ele cria um projeto para achar uma esposa. O projeto esposa, tem questionário que ajudará ele nessa busca pela esposa ideal, critérios: fumantes JAMAIS, não se atrasar por mais de 5 minutos, mulheres que usam muita maquiagem, estão fora dos critérios que levarão à mulher ideal. O problema é que exige tempo e dedicação, nesse meio tempo ele conhece a Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ele vai conhecer uma coisa que projeto esposa nunca lhe apresentou: o amor.



Dezesseis Luas - Na pequena cidade de Gatlin, uma magia poderosa está prestes a ser libertada. E com a ajuda de: Ethan Wate e Lena Duchaness. Ethan é um garoto comum, participa do time de basquete, órfão de mãe, pai ausente e criado por uma baba que entende magia. Seu melhor amigo quer montar uma banda, mas ele se destaca em um quesito a noite, ao som de uma banda que fala sobre dezesseis luas, dezesseis anos e uma garota misteriosa de olhos verdes que costuma aparecer em seus sonhos. E quando ele acorda marcas do universo onírico, estão em seu corpo. Após a chegada de Lena a cidade, o mistério parece começar a se desenrolar. Ao observa-lá na escola ele não tem dúvida que ela é garota do seus sonhos. Duas almas gêmeas , segredos obscuros e uma terrível maldição, os dois precisam enfrentar isso tudo e descobrir como poderão ficar juntos. 



Auggie & eu - Novidade para os fãs de extraordinário, reunindo as três histórias contadas por seus amigos. O capítulo do Julian, Plutão e Shingaling (esta ainda inédita no Brasil), nesse livro vamos conhecer melhor o Julian, Christopher (Plutão) e a Charlote. No capítulo do Julian, vamos conhecer melhor o garoto que liderava o bullying conta o August na escola. Vamos finalmente entender o que Julian a ter esse comportamento com o Auggie. Em Plutão o narrador é o Christopher o primeiro amigo do Auggie, ele também é falado em Extraordinário. Em Shingaling vemos o August pela visão a Charlote uma das crianças que apresentou sua a escola. 



Depois de você - Continuação de Como eu era antes de você, já resenhado no blog. Ao se recuperar Lou precisa dar um rumo a sua vida e caba entrando para um grupo de terapia de Luto. Os membros desse grupo compartilham de tudo desde conselhos até biscoitos horrorosos. Tudo parece se encaixar, até alguém do passado de Will aparecer e bagunçar sua vida toda novamente.




Sob o céu do nunca - Banida de sua casa, Ária sabe que suas chances de sobrevivência são ínfimas. Se nem os canibais a matarem, as tempestades de éter farão. Até o ar pode ser letal. Após se deparar com Perry o responsável pelo seu exílio, seus medos são confirmados: ele é um bárbaro violento. E sua única chance de continuar vida. Perry é um caçador e Ária uma menina mimada de frágil. Mas ele também precisa dela, somente ela tem a chave a da redenção. Opostos em tudo, precisam tolerar a existência um do outro para alcançar seus objetivos. 



Scarlet - É o segundo livro da saga, sendo o primeiro Cinder, após o enorme sucesso a autora está de volta com outro conto de fadas futurista. Scarlet é inspirado na história de chapeuzinho vermelho. Após o desaparecimento de Michelle, a neta Scarlet não se da como satisfeita e com a resposta da polícia que não pode fazer muito por falta de provas e vai atrás de pistas que possam ajudar a encontrar a garota. O que ela não esperava, era cruzar com um jovem lutador, chamado de lobo que lhe oferece ajuda.  




Já adquiri dois livros dessa lista Dezesseis Luas (consegui os 3 primeiros e um deles ganhei autografado de presente), e tenho Sob o céu do nunca (ganhei em um evento da Rocco) futuramente terão resenhas deles para vocês. Espero que tenham gostado do post, me contem aqui quais são os livros que vocês mais querem ler esse ano! 


domingo, 10 de janeiro de 2016

Playlist: Músicas para ouvir no domingo chuvoso.



Domingo, geralmente é o meu dia de preguiça. Organizo os post que quero fazer no blog durante a semana, depois leio um livro ou saio com os amigos. Esse domingo em especial, passei o dia escrevendo, ouvindo música, tirei até um cochilo de umas duas horas. 

Música é o que move, boa parte das coisas que faço escuto música junto. Então bolei uma playlist para vocês ouvirem com umas músicas bem legais que eu tenho ouvido bastante, espero que gostem! 



sábado, 9 de janeiro de 2016

Estante: De coração para coração.


Oi gente, tudo bem? A resenha de hoje é um dos últimos vídeos do canal, espero que gostem!



Nome: De coração para coração. 
Autora: Lurlene Mc Daniel.
Editora: Novo Conceito.
Páginas: 206 páginas.
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino

Sinopse: Explorando a ideia de um dos atos mais nobres e bonitos. Lurlene conta a história de uma jovem que após marcar uma simples opção muda o destino de outra. Os pais de Elowyn não estavam preparados para o que vai acontecer, nem sua melhor amiga, tão pouco seu namorado. Mas às vezes alguns acontecimentos são necessários para mudar a vida de algumas pessoas.
Meu coração estava apertado, e não era por causa de suas falhas internas.

O livro conta a história da família da Elowyn, narrado por sua melhor amiga Kassey na e a Arabeth uma garota com problemas no coração. É divido em três partes e os capítulos são alternados ente narrações das duas. Após um acidente, a vida das duas toma rumos diferente e talvez isso tenha evado a sua aproximação.

Arabeth tem problemas graves no coração, após um acontecimento ela consegue finalmente receber um trasplante de coração, mas o que não esperava que com esse coração, vinhe-se as emoções de sua antiga dona. É a primeira vez que leio um livro com esse assunto como temática central, a ideia de após receber um órgão de alguém você adquira alguns traços do seu antigo dono, é algo muito interessante, receber doação de órgãos ainda é um grande tabu para a maiorias das pessoas.




- Não era você que costumava dizer que erros não vencem jogos?

É uma história tocante e cativante, mas o final me deu impressão de que a história não foi concluída e eu adoraria saber que a autora vai publicar mais um livro, acho que muitas perguntas não foram respondidas depois do final desse livro.


Mas você é jovem e este coração é forte.


O fenômeno abordado pela autora se chama "memória celular" e alguns paciente dizem que é comum acontecer em transplantes de órgãos, principalmente de coração.  Apesar do meu desprezo pelo final, é um livro que vale a pena ser lido. 

É escrito com uma empatia muito forte e será facilmente amado por todos que tiverem o  prazer de ler. Já leram De coração para coração? Me contem nos comentários!♥

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

#LeiaUmNacional: Marina SG



Oi gente, tudo bem? Então essa é a primeira entrevista do ano, é da Marina SG, autora de Apaixonada pelo garoto nerd, espero que gostem de conhecer mais a Marina e o trabalho dela.

Capa do livro dela:
Sinopse:

Tudo o que Audrey Blackwell precisava fazer era convencer Noah Hartley a ajudá-la a passar de ano. Ela só não esperava se apaixonar pelo cara mais nerd da turma e de quebra, arriscar perder o status de Rainha.

Amor no grau superlativo absoluto de sério. Você vai se apaixonar por ele também!


PROJETO LEIA UM NACIONAL – ENTREVISTANDO ESCRITORES NACIONAIS.

1º Por que decidiu se tornar escritor?  
Foi algo que aconteceu muito naturalmente, pois eu sempre gostei muito de escrever. Sempre escrevi histórias, primeiro no meu caderno escolar, depois em um blog e por fim, acabei publicando uma das histórias em uma editora.

2º Qual sua maior inspiração para escrever?
Qualquer coisa me inspira, como por exemplo, ver uma imagem bonita, estar em um lugar diferente ou que me causa sentimento de nostalgia. A própria vida é muito inspiradora, se pararmos para olhar atentamente, podemos ver histórias em todas as pessoas, coisas, lugares...

3º Já teve uma fase de bloqueio criativo? Se sim como foi que consegui sair dela?
Sim. Acho que todo autor passa por isso. Li um texto em um blog que falava que “bloqueio criativo” não existe e sim, algum sentimento de mágoa que te deixa desmotivado ou falta de planejamento em uma história – quando o autor não sabe o que fazer. Então passei a me atentar mais nesses aspectos. Se estou cansada de escrever sobre uma história, por exemplo, vou relaxar, fazer outra coisa – mesmo que por dez minutos. Mudo de ambiente, enfim. Para a falta de planejamento só mesmo planejando, então passei a planejar mais as histórias que escrevo, conheci por exemplo o método snowflake (traduzi no meu blog), criado pelo Randy Ingermanson (físico teórico, autor premiado em seus 6 romances!).

4º Você acredita que as pessoas estão se tornando leitores mais cedo hoje devido ao mercado literário estar bem variado? 
Não sei. Eu acho que uma pessoa pode ler desde o momento em que aprende a ler na alfabetização! Dessa forma, qualquer pessoa alfabetizada é um leitor, o que muda entre as pessoas que leem ou não leem é o interesse. Pode ser preguiça – afinal, ver um filme é mais prático e rápido do que ler -, ou pode ser apenas por não ter o hábito. Ler é um hábito de lazer.

5º Qual seu escritor favorito e por quê?
Nossa, que pergunta mais difícil. Quando a gente lê muito, a gente acaba com um monte de autor que gosta. Eu adoro André Vianco, Paula Vendramini & Lhaisa Andria, Diego Guerra, adoro Lev Grossman, Anne Rice que li muito quando adolescente, Lauren Barholdt e recentemente li um livro da Amy Zhang que a colocou no meu top favorito – admiro não apenas o estilo de escrita, mas a forma com que ela se expressa escrevendo. Outro autor que recentemente li e gostei muito foi Pierce Brown. Já de poesias, adoro Edgar Allan Poe, Lord Byron e Álvaro de Azevedo e Gérson Prado, que recentemente conheci. São tantos, que posso fazer uma lista com mais de mil autores que admiro de alguma forma e que a escrita me encanta!

6º Gosta de produzir ouvindo música? Se sim quais?
Gosto. Tenho músicas específicas pra cada livro, acabo criando uma trilha sonora. Mas em geral, é glam rock, heavy metal, EBM, Synth e Industrial.

7º Hoje em dia os jovens vem cada vez mais devorando livros e mais livros, No futuro acredita que boa parte da nossa sociedade vai adotar o hábito da leitura com mais facilidade?
Sim. Acredito que com a internet tudo fica mais fácil. No momento em que a tecnologia se tornar mais barata e mais acessível, não apenas os e-books de livrarias, como os livros publicados em plataformas de publicação online como Wattpad, Widbook e Tablo serão alcaçados em maiores números. Muita gente acaba não comprando livro pelo preço, que não é caro se você pensar em cultura, mas é caro se você pensar na esconomia brasileira, que sempre sobra pouco para o lazer.

8º Qual sua relação com seus leitores?
Eu sou bem acessível e procuro ser simpática. Meus leitores acabam se tornando amigos e alguns deles viram até personagens!

9º Sei como é maravilhoso para um escritor ter seu trabalho reconhecido, Como foi saber que livro seria publicado?
Na época eu era jovem e sonhadora, hoje eu entendo mais como um trabalho que envolve muito suor e disposição. De qualquer forma, receber o reconhecimento de um profissional do mercado que lê sua história e a identifica como um produto é sempre maravilhoso e eu costumo receber a notícia com euforia e pulinhos dentro de casa! Rs!

10º Faça uma lista dos seus 5 livros nacionais preferidos.
André Vianco (ele tem muitos livros para escolher um só!)
Paula Vendramini & Lhaisa Andria (elas escrevem juntas)
Diego Guerra
Augusto Cury
e uma autora do Wattpad que devia ser publicada: N N Amand.


Espero que tenha gostado de conhecer ela mais um pouco, não deixem de conhecer o trabalho dela, um beijo e até próxima entrevista.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Escritos: Só não deixa eu ser ninguém, na sua vida.


Queria poder dizer que você ainda está aqui, mas sejamos sinceros você não está e eu fiquei aqui perdida a chorar. Nem sei se ainda sou alguém na sua vida, provavelmente não. Confesso que não queria que tu me apagasses fácil, mesmo que nós já tenhamos chegado ao fim.

Gostaria muito que lembrasse de mim quando visse um livro de romance perdido pela casa ou quando ouvisse Clarice Falcão e lembrar que eu gosto da sinceridade das suas letras.

E que nos dias chuvosos você se permita sentir minha falta, que sinta saudades dos abraços de despedida no final do dia e de todos os outros carinhos. Do som da nossa risada juntos e que lembre daquela música que a gente gosta e que você nem sabe, mas transformei na trilha sonora de nós dois. 

E que não deixe eu ser ninguém, na sua vida.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Estante: Se eu ficar, Gayle Forman.



Oi pessoal, como vocês estão? FELIZ ANO NOVO Õ/ Já estão participando da Maratobooks? Se sim como andam as leituras? Se não conheça a maratona aqui, A primeira resenha desse ano é dupla, Se eu ficar e Pra onde ela foi, confiram as duas e me digam o que acharão dos livros!


"A vida é uma grande, gigantesca, confusão. Mas essa é também a beleza dela.”

Nome: Se eu ficar.
Autora: Gayle Forman.
Editora: Novo conceito.
Classificação: 

Onde encontrar: Amazon| Cultura | Saraiva | Submarino


Sinopse: Duas escolhas, um destino. Mia leva uma vida normal com sua família, até o acidente acontecer. Apenas vendo os médicos cuidando da sua vida, Ela tem apenas 24 horas para decidir a escolha mais complicada de todas.

O livro é narrado pela Mia e mescla entre os acontecimentos antes, durante  e depois do acidente. Eu particularmente, não gostei muita da história, a personagem principal me irritou bastante em alguns momentos. 


“Me apaixonar pelo Adam foi como aprender a voar. Era empolgante e assustador ao mesmo tempo.”

Talvez eu tenha me decepcionado com a leitura por ter posto expectativas demais no livro, quando li não achei isso tudo. Muita gente amou a leitura e eu me perguntando o porquê?, pois achei bem mais ou menos. Detesto fazer resenha negativa pois isso é bem relativo, pois pode ter sido uma leitura ruim pra mim e boa para você.


"Às vezes você faz escolhas na vida e às vezes as escolhas fazem você."


Se você curte romance, é uma boa escolha. Mas se tem problema com a escrita da autora, não é um bos investimento. Outro ponto é não veja o filme se não leu o livro, eu fiz isso e preferi a adaptação, porém isso geralmente acontece apenas quando vejo o filme antes.

Já leram o livro Se eu ficar? Me conte nos comentários.

Instagram

© Escritos & Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in