Destaques

Receba nosso conteúdo por e-mail ♥

segunda-feira, março 12, 2018

Sob o mesmo teto | Estante

 
Nome: Sob o mesmo teto.
Autora: Bruna Fontes.
Editora: Duplo sentido editorial. 
Páginas: 352 páginas.
Onde comprar: Amazon (disponível apenas em e-book) | Site da editora (verão física)

Sinopse: Calíope Medina tem certeza que está prestes a enlouquecer com seus cinco irmãos. O que ela não esperava é que a família estava prestes a aumentar, pois sua mãe vai casar de novo e como se não bastasse levar todos juntos de mala e cuia para uma cidade no Paraná ela ganha mais quatro irmãos postiços. O novo padrasto trás consigo mais quatro filhos e uma mansão onde todos vão morar. E como se não bastasse ela conhece o João no meio dessa bagunça toda. Se ela achava que não podia piorar estava muito enganada. Colégio novo, vida nova, metade dos alunos da escola dividindo banheiro seu banheiro e um amor sob o mesmo teto.

Deixar família, amigos e sua cidade natal não vai ser fácil, porém não impossível. Mas largar o calor e as praias do rio para o interior do Paraná vai ser mais difícil do que a garota esperava. Seu padastro e sua mãe parecem extremamente dispostos a fazer tudo dar certo e fazer essa família funcionar. Ao ganhar o próprio quarto e finalmente se ver com privacidade na casa nova Calíope percebe que talvez essa mudança pode não ter sido tão terrível assim.  
     
Sua paixão por cinema é contemplada ao descobrir que seu padastro é dono do único estabelecimento na cidade. Olhares se cruzam e ela conhece alguém legal na cidade, mas o que ela não esperava era que lei murphy fosse muito real e bagunçasse a vida dela toda.

João Augusto adora poesia e por coincidência do destino acaba conhecendo uma garota pela mesma blusa com um poema de Drummond, mas ele não esperava metade das complicações que vem após esse encontro e ele vai descobrir que viver um romance proibido não é tão legal assim como nos livros.   
Minhas impressões: Esse foi meu primeiro livro da autora e me surpreendi bastante com a história. A escrita em si é bem levinha o que flui mais rápido e torna a leitura rápida. É cheio de referências como por exemplo De volta pro futuro, Carlos Drummond de Andrade, Los Hermanos e cultura grega.

As protagonistas da Bruna sempre são independentes e estão passando por uma fase de amadurecimento. A Cali vai viver um romance proibido e ficar entre seu amor e sua consciência. Eu adorei o humor ácido dela e seu jeito sarcástico. Para um primeiro livro ele é sim muito bom, senti falta de alguns detalhes como por exemplo a festa das gêmeas espera um capítulo mais extenso, a falta de participação da família em mais capítulos e da viagem do João. 

O livro é escrito sobre duas visões a do João e da Cali o que deixa a forma de observar história mais ampla, pois podemos entrar em contato com as duas perspectivas principais. O final do livro é um tanto clichê, mas me deixou com o coração quentinho de felicidade ao saber dele. É um história leve e ideal para você que adora YA e está procurando um livro novo nacional. 

Citações Favoritas:
As coincidências, na verdade, são oportunidades. São portas que a vida abre para coisas boas ou ruins acontecerem. 
Não defina uma mulher pelo marido que ela tem.
A pessoa que todo mundo conhece pelo menos uma vez e se conecta no mesmo instante, enquanto suas vidas se entrelaça, e o futuro é uma combinação de possibilidades infinitas.
Nada melhor que um amor concreto para curar um platônico, e falo isso por experiência própria.   
Mas o coração nunca precisou de razão para tomar decisões.
A vida acontecia sem pedir passagem e você precisa aprender a se virar na marra. Sem manuais. Sem garantias. Um tiro no escuro.
Mas no final das cintas, não tenos o poder de impedir que essas coisas acontecem. Sabe? As mudanças. Elas estão indo aí o tempo inteiro e nos pegam desprevenidos e nos viram de cabeça para baixo em um piscar de olhos. Nos tiram da cabeça da nossa zona de conforto e nos obrigam encarar nossos próprios medos.
Na vida poucas coisas são impossíveis.
Mas nenhum de nós está imune às desilusões. Ela sempre chega até nós uma hora ou outra.
Pior peça que o destino resolveu pregar era justamente que não havia nenhum vilão.        
Dois tons diferentes de loiro, dois corações que se amavam mais do qualquer outra pessoa.
Relacionamentos são imprevisíveis, são tiros no escuro que você dá esperando que acertem o alvo.
Alianças, ás vezes, são formadas no lugares menos improváveis.         

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Escritos & Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in