Destaques

Receba nosso conteúdo por e-mail ♥

sábado, dezembro 23, 2017

Amor & Gellato | Estante

Foto: Vai lendo

Nome: Amor & Gelato.
Autora: Jenna Evans Welch.
Editora: Intrínseca. 
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino
Classificação:     

Sinopse: Lina vai passar o verão Toscânia para cumprir o desejo da mãe e conhecer seu pai, mas a descoberta de um diário antigo dela vai mudar o destino e o rumo dessa viagem. Tudo que ela julgava saber sobre a mãe ao longo desse dezesseis anos, vai mudar após a leitura desse pequeno caderno. O passado das duas é repleto de várias lacunas sobre seu pai e porquê de sua mãe ter ido embora da Itália. Um história linda, comovente e profunda. Só existem duas coisas que fazem as pessoas ficarem na Itália amor & gelato. 

Após a perda da mãe tudo tem sido muito complicado e lidar com as saudades dela tem sido extremamente difícil para a garota inclusive dizer isso em voz alta. Em sua viagem a Toscânia para conhecer o pai, ela conhece o memorial onde Howard mora e cuida que é sobre a segunda guerra mundial, mas também ainda acha que tudo está muito confuso e mal explicado. Após a amiga de seu pai lhe entregar um diário enviado pela mãe meses atrás para o endereço atual as lacunas de porquê ela está nesta cidade começam a ser preenchidas, mas deixam o passado e seus pais em aberto e será que ela quer mesmo conhecer o pai?

Numa visita a todos os lugares que sua mãe conta no diário ela vai conhecer a Itália de uma forma diferente, sentir a mãe em cada pedacinho deste lugar e aprender a lidar com a falta dela e entender de uma vez por todas porque este lugar foi tão importante para ela.

Minhas impressões:
O típico livro que te deixa com o coração quentinho e a vontade de se apaixonar de novo. A história da Lina é dolorosa. Após perder sua mãe a garota ainda está meio perdida sobre o que sentir e não sentir após partida dela. Ao longo das páginas vamos acompanhar a jornada da garota de autodescobrimento e de conhecer Itália e se apaixonar nessa cidade.

No início ela tem o estranhamento e aversão a cidade e tudo que veio junto com ela. Não compreende o porquê de sua mãe querer tanto que fosse aquele local e ficasse com esse até então com um desconhecido que só foi citado nas suas histórias de sua mãe pela cidade. Quando ela recebe o diário não só parece dar sentido a viagem como também preencher as algumas lacunas preenchidas ao longo das páginas e deixar outras, desbravar a cidade ao em uma scooter pode ser interessante.

Sobre o Howard: Que homão da poxa, sério de longe o melhor personagem dessa história. O único que não achei necessário foi o Thomas ele só foi um mero figurante e facilmente a história seria imaginável sem ele. Depois desse livro ganhei mais um lugar para minha lista de lugares no mundo que quero conhecer por roteiro literários.

A escrita da Jenna é muito gostosa, leve e quando percebi já tinha terminado o livro. A amiga da personagem principal ganhou um spin-off chamado Love e Lucky, não sei se tem previsão para ser publicado aqui no Brasil, mas acredito que se sim, provavelmente será pela intrínseca.
Citações favoritas:
Por um segundo, pensei em dizer que era como uma ilha, que eu podia estar numa sala cheia de gente e ainda sim me sentiria sozinha, com um oceano de tristeza tentando chegar até mim por todas as direções.
Digo, ele é um cara legal a julgar por todas as histórias que ela contou, sem dúvida era um bom amigo, mas não dá pra fingir que ama alguém. Seria doloroso demais. 
Florença é o lugar perfeito para se apaixonar, o que significa que é o pior lugar do mundo para ter o coração partido.
Talvez essa seja a beleza da morte. nada mais é complicado. Tudo é fechado e definitivo.
Eu sentia tanta saudade dela que às vezes me perguntava como conseguia respirar.
É impossível ter um relacionamento amando outra pessoa.
-Sabe, as pessoas vem a Itália por vários motivos, mas, quando ficam aqui, é só por dois. -Quais? - Amor & Gellato.
Eu não ia deixar de sentir saudades dela. Nunca. Dali em diante a vida seria assim, e por mais que pesado que isso fosse, seria algo do qual eu jamais me livraria, mas não significava que eu não conseguiria me reerguer.
Todo novo começo vem de um fim.
Uma vida sem amor é como um ano sem verão.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Instagram

© Escritos & Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in