Páginas de um antigo livro | Escritos

by - domingo, junho 18, 2017

Foto: birdasaurus

Queria ser um emaranhado de respostas ao invés de perguntas, pois todas as vezes que fui coração por alguém, no final feri o meu. Não é certo dar início a uma jornada pela qual não sei se sou capaz de continuar até o final. 

Finais são difíceis, mas dentro de determinadas circunstâncias são necessários. Querer que um sentimento exista, não é o bastante para que ele possa se manter. A base dos sentimentos é a reciprocidade e onde não há um sentimento recíproco, não existe amor, mas sim insistência.

Os sentimentos afloram no seu tempo, mas não porquê alguém quer senti-los. Para os apressados o amor não chega até que encontre seu equilíbrio e tempo. Para os pacientes chega no tempo certo. E para os descrentes, pode estar em baixo do seu nariz. No meu caso estava naquele livro que guardarei com tudo que lembrava nós no passado.


Já foi doloroso reler essas páginas, hoje não é. Por mais que o dia esteja nublado meu café tenha esfriado enquanto escrevo esse texto e pilha de livros que organizei tenha acabado despencar ao meu lado. Meu coração continua calmo. Sem saltos, cambalhotas no estômago e nem o famoso frio na barriga. O amor se foi e nem ficou saudade. Só a nostalgia de nos encontramos um dia.

Você também pode gostar de

0 comentários