13 Reasons Why é uma crítica social


Sobre a série: A série é uma adaptação do livro Os 13 porquês publicado em 2009. Teve como produtora executiva Selena Gomez que também possui canções na trilha sonora da série.

Ao enviar as fitas Hanna deixou instruções precisas de onde elas tinham que passar e foram de estudante em estudante até chegar em Clay. Após chegar da escola ele recebe uma caixa pelo correio. Um pacote sem remetente, são as fitas. Ao dar play e ouvir-las descobre que a voz de Hanna Baker está nelas. Ela morreu há algumas semanas. Suicídio. Para garantir que caso as fitas não fossem ouvidas teriam consequências ela entregou uma cópia a seu colega de classe e avisando que caso não ouvissem ele poderia vazar as fitas. O que levaria ao um constrangimento mútuo entre todos que estão nelas.


Minha crítica depois de assistir a série: 
Li o livro no final do 3 ano do ensino médio. Lembro estava passando pela transição capilar na época e era bem complicado lidar com os comentários e as pessoas meu redor. A história da Hanna atingiu-me de diversas maneiras. Me fez perceber e refletir que fui injusta muitas vezes com inúmeras pessoas diferentes. Falar é muito fácil, mas a gente nunca sabe o que o outro passou ou carrega dentro de si. 

Os 13 porquês é mais um livro ou série, é uma crítica social. 

Todos nós já fomos julgados ou julgamos alguém de maneira errada. As identificações com a série são normais ATÉ CERTO PONTO. Devemos ficar atentos até que nível essa correspondência está acontecendo se sentir necessidade procure ajuda. Um amigo, parente, professor qualquer um que seja de sua confiança. Pedir ajuda é muito importante! Depressão é uma doença séria que afeta boa parte dos adolescentes. No Brasil aproximadamente 10% dos adolescentes sofrem dela. Pelo menos 20% no mundo sofrem também de acordo com a OMS (Organização mundial de saúde). 

Leia a matéria completa aqui.

Além de depressão e suicídio que são os temas centrais. Podemos destacar a objetificação da mulher, estupro e machismo. É uma clara crítica a quem somos, como nos portamos e como interpretamos as outra pessoas. Assistir a série e ler o livro são claros exercícios de empatia. Ao nos colocarmos no lugar da personagem e entender suas questões o entendimento do outro fica mais fácil. Mesmo amando ambos, não recomendaria pra qualquer pessoa. São diversos gatilhos o tempo todo. Nos quatro últimos me senti incomodada de diversas formas, pois são fortes demais, mas todos eles possuem avisos antes e começar.

A série teve alcance mundial. Ficou no trending topics no twitter por todo final de semana. O (CVV) Centro de valorização da vida teve 100% de alcance em suas chamadas de pessoas que assistiram a série e foram buscar ajuda. 

Número do CVV: 141 ou entre em contato pelo site: http://www.cvv.org.br/

Se você assistiu a série e acredita que precisa de ajuda, não hesite em procurar.

A série possui uma fotografia muito bonita, vários recursos de edição incríveis que dão um toque especial a cada momento da série. Trilha sonora impecável, um excelente elenco que em sua maioria é nova. O que foi muito legal, pois não pegaram atores que já estamos acostumados a encontrar nos filmes e séries normalmente. O Spotify já liberou a trilha sonora da série se quiserem conferir.

   
                                                                                    

Instagram