Amor em jogo | Estante

Nome: Amor em jogo.
Autora: Simone Elkeles.
Editora: Globo alt.
Páginas: 356 páginas.
Classificação: 
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino

Sinopse: Derek acabou de ser expulso do colégio, se as coisas já iam mal agora vão ficar pior ele vai ter que abandonar sua amada cidade a Califórnia para morar na cidade natal de sua madrasta. Já Ashtyn se esconde atrás das suas boas notas para tentar esquecer os dramas e problemas familiares em que vive.
E acabou de virar capitã do time de futebol americano de sua escola, namorada do quarterback e única garota do time. Os caminhos dos dois se cruzam de uma forma inusitada, desejos e segredos virão a tona quando eles menos precisam.

Uma família desestruturada, uma irmã que fugiu de casa e uma vaga de capitã inesperada. A vida da Ashtyn tem muitas reviravoltas em poucos dias. Desde que sua mãe os abandonou a relação com seu pai não é mais a mesma, entrou no time de futebol, pois era a única coisa que mantinha os dois ligados de certa forma. Mas isso não obteve uma recepção muito positiva pelos aos olhos de seu pai. 

Após ser expulso do colégio, Derek terá de ir morar com sua madrasta em Chicago sua cidade natal. Com seu filho de cinco anos, grávida de outro bebê e um enteado Brandi volta para casa de seu pai. Para melhorar isso tudo ela é a irmã de Ash que fugiu de casa. Ao chegar na sua antiga casa a confusão está formada. Desde o começo eles trocam farpas e dizem um ao outro o que ninguém tem coragem de dizer a ambos. 



Minhas impressões:
Livros que tem como ponto principal crescimento, amadurecimento de personagem me ganham e com esse não foi diferente.

Fazia tempo que não devorava um livro como devorei esse, apesar de ser um romance também possui enfoque familiar minha parte favorita dos livros. Realmente não esperava gostar tanto desse livro, achei que iria me decepcionar bastante com a leitura até e fui fortemente surpreendida com a narrativa envolvente da autora.

Foi a minha primeira experiência com um livro dela e curti demais, inclusive já li a sequência que saiu no ano passado pela mesma editora.

É um livro cheio de clichês, mas que são bem aplicados e usados no momento certo. Um dos pontos mais fortes dele é a Asthyn a personagem principal que divide a narrativa com o Derek. Forte, decidida e corajosa. Passa por inúmeras dificuldades, mas nunca abaixa a cabaça, conquistou seu espaço no time de futebol da escola e o respeito de todos. Confesso que particularmente estou bem cansada de tantos clichês e visões distorcidas de personagem femininas, tombar com essa personagem num livro do qual nem esperava gostar, foi incrível.

Um plano familiar complicado e dois adolescentes que não aguentam mais viver nesse drama e tentam encontrar um no outro uma forma de fugir disso. Só senti falta de aprofundamento nas relações familiares. No resto, não tenho do que reclamar.

Uma das minha leituras favoritas de 2016.

Citações favoritas: 


É como se ela fosse sua corda de salvamento e ele ficasse perdido sem ela.
Todo mundo tem um propósito na vida. Encontrar o seu é crucial para saber quem você é e o quer ser.
Acho que ter esperança é melhor do que desistir e pensar que a vida vai ser uma droga pra sempre.
Abraço meus joelhos e digo a mim mesma para não chorar, que com o tempo meu coração vai para de doer tanto.
Mais grossa do que a maioria do caras que eu conheço, que faz com que eu queira dividir as coisas com ela que nunca dividi com mais ninguém.
O amor existe. Eu sei que sim, porque estou louca, profunda e desesperadamente apaixonada.

Mais do que tudo. E ficarei ao lado dela, se o senhor estiver ou não.

Afinal caubói você conseguiu o impossível me fazendo apaixonar por você.

Instagram