As batidas perdidas do coração | Estante


Nome: As batidas perdidas do coração.
Autora: Bianca Briones.
Editora: Verus.
Páginas: 402 páginas.
Classificação:
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino

Sinopse: Viviane acaba de perder o pai, lidar com essa situação será complicado devido ao estado emocional de sua mãe. Ela e Rodrigo seu irmão mais novo se veem perdidos. Rafael também perdeu o pai num assassinato há alguns anos atrás, mas agora tem que cuidar de Lucas seu primo que acaba de perder a família num acidente de carro junto com a sua irmã mais nova. Completamente opostos e de classes sociais diferentes, mas dividem a mesma a dor.

Com a mãe em depressão, o irmão mais novo tentando lidar com isso tudo Viviane quer assumir o controle de sua família, mas não sabe por onde nem como começar. Rafael que também perdeu pai e agora mais quatro pessoas de sua família morreram em um acidente de carro está imerso a dor. A morte traz consigo mais do que uma carga emocional, muitas vezes também tira a vontade de viver. Quando um membro da família morre uma parte dessa família morre também.

Duas pessoas de mundo diferentes, mas que compartilham a mesma dor. Sentimentos podem nascer até mesmo nos mais machucados dos corações. Sob a um escrita leve, porém muito intensa Bianca Briones fala sobre, morte, perdas e drogas.

Minhas impressões:
Nunca escondi que não sou nem um pouco fã de new adults pelas imensas visões distorcidas de relacionamento e de personagem. Entretanto é preciso reconhecer o talento da autora. Não só por me dar uma ótima experiência de leitura, mas também no quesito desenvolvimento de personagem e da história. Toca em um tema forte que infelizmente ainda é tabu entre adolescentes e adultos, drogas.

Desenvolvido com extrema maestria, é notável um estudo sobre o tema enquanto a leitura do livro. Singelo e profundo. Discuti sobre perdas, mortes e recomeços. Doloroso, mas necessário. Extremamente lindo e poético. O maior medo ao iniciar está leitura foi que fosse romantizado o problema que o Rafael tinha com drogas, mas em nenhum momento isso ocorreu, ainda bem. O personagem tem sim um grade problema, mas ele foi solucionado da maneira certa.

As narrações alternam entre os dois personagens principais, o que pra mim foi essencial para compreender melhor a situação deles. O livro todo é cheio de reviravoltas, estava sorrindo numa página e chorava na seguinte. Acredito que isso foi o que mais me motivou a ler um livro da série por dia ( sim, isso realmente aconteceu). A paixão pela escrita dela foi quase instantânea. Sem dúvida Fazendo meu filme encontrou uma concorrente de série nacional tão boa quanto.

Fico feliz em dizer que entrou para minha lista de leituras favoritas de 2016. A série Batidas perdidas conta com quatro livros publicados pela selo Verus do Grupo Editorial Record e um conto disponível na Amazon. 




Citações favoritas:
Pessoas entram e saem, cada um vivendo seu próprio momento. Algumas comemoram nascimentos, outras lamentam perdas como a minha.
A vida é muito mais que uma sucessão de fatos ao acaso. Quando você acha nada mais pode acontecer, é exatamente aí que tudo muda.
Ele tem uma história mal resolvida, e pessoas com tanta bagagem geralmente machucam ou acabam machucadas.
O tempo é capaz de desfocar as nossas dores e nos distrair com a vida que segue, mas a dor nunca some por completo. Nós a colocamos em um arquivo do coração e evitamos mexer nela.
Se o coração só recupera o ritmo no peito no peito da outra pessoa, o coração da minha mãe vai viver sempre fora do compasso.
As pessoas se vão com muita facilidade. Você deveria saber o quanto a vida é frágil. Devia dar valor às pessoas enquanto elas estão aqui.
Não há dor que dure pra sempre, mas, se durar, estarei aqui.
 
Já leram As batidas perdidas do coração ou qualquer outro livro escrito pela Bianca? Me contem nos comentários.

Instagram