Destaques

Receba nosso conteúdo por e-mail ♥

sábado, dezembro 23, 2017

Amor & Gellato | Estante

Foto: Vai lendo

Nome: Amor & Gelato.
Autora: Jenna Evans Welch.
Editora: Intrínseca. 
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino
Classificação:     

Sinopse: Lina vai passar o verão Toscânia para cumprir o desejo da mãe e conhecer seu pai, mas a descoberta de um diário antigo dela vai mudar o destino e o rumo dessa viagem. Tudo que ela julgava saber sobre a mãe ao longo desse dezesseis anos, vai mudar após a leitura desse pequeno caderno. O passado das duas é repleto de várias lacunas sobre seu pai e porquê de sua mãe ter ido embora da Itália. Um história linda, comovente e profunda. Só existem duas coisas que fazem as pessoas ficarem na Itália amor & gelato. 

Após a perda da mãe tudo tem sido muito complicado e lidar com as saudades dela tem sido extremamente difícil para a garota inclusive dizer isso em voz alta. Em sua viagem a Toscânia para conhecer o pai, ela conhece o memorial onde Howard mora e cuida que é sobre a segunda guerra mundial, mas também ainda acha que tudo está muito confuso e mal explicado. Após a amiga de seu pai lhe entregar um diário enviado pela mãe meses atrás para o endereço atual as lacunas de porquê ela está nesta cidade começam a ser preenchidas, mas deixam o passado e seus pais em aberto e será que ela quer mesmo conhecer o pai?

Numa visita a todos os lugares que sua mãe conta no diário ela vai conhecer a Itália de uma forma diferente, sentir a mãe em cada pedacinho deste lugar e aprender a lidar com a falta dela e entender de uma vez por todas porque este lugar foi tão importante para ela.

Minhas impressões:
O típico livro que te deixa com o coração quentinho e a vontade de se apaixonar de novo. A história da Lina é dolorosa. Após perder sua mãe a garota ainda está meio perdida sobre o que sentir e não sentir após partida dela. Ao longo das páginas vamos acompanhar a jornada da garota de autodescobrimento e de conhecer Itália e se apaixonar nessa cidade.

No início ela tem o estranhamento e aversão a cidade e tudo que veio junto com ela. Não compreende o porquê de sua mãe querer tanto que fosse aquele local e ficasse com esse até então com um desconhecido que só foi citado nas suas histórias de sua mãe pela cidade. Quando ela recebe o diário não só parece dar sentido a viagem como também preencher as algumas lacunas preenchidas ao longo das páginas e deixar outras, desbravar a cidade ao em uma scooter pode ser interessante.

Sobre o Howard: Que homão da poxa, sério de longe o melhor personagem dessa história. O único que não achei necessário foi o Thomas ele só foi um mero figurante e facilmente a história seria imaginável sem ele. Depois desse livro ganhei mais um lugar para minha lista de lugares no mundo que quero conhecer por roteiro literários.

A escrita da Jenna é muito gostosa, leve e quando percebi já tinha terminado o livro. A amiga da personagem principal ganhou um spin-off chamado Love e Lucky, não sei se tem previsão para ser publicado aqui no Brasil, mas acredito que se sim, provavelmente será pela intrínseca.
Citações favoritas:
Por um segundo, pensei em dizer que era como uma ilha, que eu podia estar numa sala cheia de gente e ainda sim me sentiria sozinha, com um oceano de tristeza tentando chegar até mim por todas as direções.
Digo, ele é um cara legal a julgar por todas as histórias que ela contou, sem dúvida era um bom amigo, mas não dá pra fingir que ama alguém. Seria doloroso demais. 
Florença é o lugar perfeito para se apaixonar, o que significa que é o pior lugar do mundo para ter o coração partido.
Talvez essa seja a beleza da morte. nada mais é complicado. Tudo é fechado e definitivo.
Eu sentia tanta saudade dela que às vezes me perguntava como conseguia respirar.
É impossível ter um relacionamento amando outra pessoa.
-Sabe, as pessoas vem a Itália por vários motivos, mas, quando ficam aqui, é só por dois. -Quais? - Amor & Gellato.
Eu não ia deixar de sentir saudades dela. Nunca. Dali em diante a vida seria assim, e por mais que pesado que isso fosse, seria algo do qual eu jamais me livraria, mas não significava que eu não conseguiria me reerguer.
Todo novo começo vem de um fim.
Uma vida sem amor é como um ano sem verão.

quarta-feira, dezembro 20, 2017

Posts que você precisa ler sobre mulheres inspiradoras | Blogosfera

 Foto: tumblr

Uma carta sobre minha liberdade: Esse texto foi escrito por uma das minhas melhores amigas a Jubs do Lanterna Lunar. A gente sempre conversa sobre feminismo e discute umas pautas muito legais sobre o nosso cotidiano. Ser feminista na contemporaneidade é algo desafiador pela nossa educação patriarcalistas e grade partes dos nossos valores enquanto sociedade retrógrados, mas com união e harmonia a gente consegue se envolver nesse movimento lindo e lutar todas juntas. Afinal é uma por todas e todas por uma né?
Mulheres inspiradoras em 2017: Think Olga é um portal sobre empoderamento feminino e o portal fez um post com mulheres que fizeram diferença em 2017 que saíram das zonas de conforto e lutaram por toda nós seja na arte, no ativismo, cidadania, na ciência, tecnologia e internacionalmente. Muito Girl Power e inspirador demais!

Grata pelos nãos: Encontrei esse texto por acaso no twitter ao ser retweetado pela Luiza Trigo uma das minhas autoras nacionais favoritas. Ao longo da vida ouvimos muitos nãos e esse texto me fez entender o sentimento que estava tendo ao longo desse ano e não compreendia. Aline tem vários textos publicados do Medium (plataforma digital especialmente para textos) e recomendo a leitura deles.

Lady Birdy e meu novo desafio pessoal:  A Bruna é umas das maiores inspirações para manter o blog e foi uma das responsáveis por me fazer fechar o Antes dos Dezesseis de vez e entender que o conteúdo produzido ali não tinha mais nada a ver com quem eu era e estava prestes a me tornar. Lady Birdy só estréia no Brasil em 2018, mas nada que não impeça você de ler esse post e pôr na sua listinha de desejados para o cinema em 2018.

Como se organizar em 2018: A gente sempre quer estar mais organizada e focar nos objetivos no ano seguinte. A Mari Menezes é uma blogueira que acompanho faz muito tempo ela tem me ajudado muito no meu crescimento pessoal e com muitas dicas de organização. Se inscrevam no canal delas para ter dicas em tempo real e acompanhe o blog para mais dicas de livros de organização e crescimento pessoal.




segunda-feira, dezembro 18, 2017

Extraordinário | Manteiga de cinema


Confesso que estava morrendo de medo de ir ao cinema e me deparar com uma adaptação ruim, além de ser um dos meus livros favoritos seria completamente injusto com a história do Auggie.



August Pulman, nasceu com um síndrome genética e já passou por muitas cirurgias ao longo da vida Pela sua aparência ser um tanto diferente da outras pessoas ele sofre diariamente com o estanhamento alheio ao olharem para sua face e por causa disso ele nunca foi a escola, sempre teve aulas em casa dadas pela sua mãe. Mas ela decide que está hora de ir a escola, pois acredita que não pode suprir mais suas necessidades escolares e que está no hora do garoto lidar com toda essa situação do estranhamento das pessoas enquanto a sua aparência.
Crianças podem ser cruéis sem nem notar e ir pra escola pode ser tão assustador quanto ver filme de terror.Foi impossível não me emocionar no cinema com está história tudo que estava no livro foi adaptado com maestria, sua mensagem foi ampliada e repassada com sucesso. Senti como se estivesse de fato lendo o livro outra vez. Provavelmente foi minha adaptação favorita do do ano!

A avó do garotinho foi interpretada pela Sonia Braga uma atriz brasileira consagrada. Todos os detalhes contam nessa história desde a trilha sonora, a belíssima fotografia e as frases do livro em determinado pontos. O ponto alto do meu 2017 foi esse filme mesmo dois dos meus favoritos tendo idos aos cinemas esse ano que formam A Mulher Maravilha e Homem Aranha, são histórias que já sabia mais ou menos o que esperar e não criei tantas expectativas quanto Extraordinário. Não é um filme perfeito, mas toda adaptação tem seus pontos positivos e negativos. E vale lembrar que nem tudo que está na literatura pode ir ao cinema e vice versa.

Pra mim um ponto negativo foi a história do Julian tem sido tão pincelada e sem muitos detalhes, mas pra quem ficou voando recomendo dar uma lida em O capítulo do Julian um e-book que faz parte do livro Auggie e eu que conta a história dos amigos do garitinho.

Confira a trilha sonora no Spotify:

segunda-feira, novembro 13, 2017

Algumas coisas acabam ficando no caminho | Escritos

Leia ouvindo: Mercy - Shawn Mendes

As coisas mudam, o tempo passa e os sentimentos não são mais os mesmo. Os pequenos detalhes que afetam tanto passaram a ser quase ignorados ou apenas vistos e deixados de lado. 

A gente cresce os sentimentos mudam, amadurecemos e às vezes eles crescem conosco, mas na maioria das vezes ficam no caminho. Não por raiva, rancor ou ausência de reciprocidade, mas por que um dia a gente olha pra trás depois de tanto se afundar num sentimento e percebe que foi tudo um equívoco. Nada mais do que uma história que aconteceu no tempo errado ou que só não tinha para ser. 

Os sentimentos certos aparecem nas horas erradas e menos oportunas. É como se a vida quisesse nos fazer um teste de amadurecimento e quase sempre a gente reprova. Por não ter maturidade ou por simplesmente não estar preparado para isso. O amor vem para os distraídos e isso não significa dizer que eles estão preparados para ele e toda intensidade que vem junto com o momento.

Perdemos amores, ganhamos dores, mas aprendemos a viver com elas. E um dia elas simplesmente deixam de existir, evaporam. E por mais que a gente tente fugir evitar ou nos convencer que essa hora chegou. Ninguém nunca sabe o momento certo.


quarta-feira, novembro 08, 2017

Bienal do livro de Pernambuco e livro novo do John Green | Eventos

Na semana passada, cobrimos a Bienal do livo de Pernambuco no instagram @escritoselivros e também mediamos o bate papo do livro novo da Mirela Paes nossa autora parceira. O evento teve o seu espaço reduzido nessa edição, o que dificultou um pouco na locomoção nos dias dos grandes eventos como os de Fãs de Harry Potter, K-Pop que sempre atraem um grande público.

A pergunta que mais recebi por direct no insta foi se o preço dos livros estava bom e se valia a pena comprar. Alguns sim tinham um preço muito acessível como os livros dos estandes de R$10,00, a Saraiva também tinha descontos bons em alguns livros e também tinha desconto progressivo. Entretanto alguns estavam pelo preço de capa e mesmo com o desconto ainda saiam mais caros do que no site da livraria.

No primeiro fim de semana o movimento foi bem mais tranquilo que no segundo. Foi agitado, mas nada como o segundo. Tinham programações para todas as idades o que atraiu um público diversificado. Me deixou muito feliz me deparar com crianças leitoras, aprendi a ler muito jovem, mas só peguei gosto e hábito de leitura de fato aos 13/14 anos e para um país como o nosso que a média de livros lidos por pessoa é 2,3 por ano foi gratificante ver crianças encantadas com livros.

No segundo fim de semana, no sábado ocorreu o evento de lançamento de Destinos Cruzados o segundo livro da Mirela e meu favorito até agora. E tive o imenso prazer de participar do segundo lançamento e mediar o bate papo assim como no primeiro. A escrita da Mi amadureceu bastante e desde a primeira publicação do livro na Amazon, nessa nova versão com capítulos extras e algumas partes reescritas e é notório uma diferença sútil na escrita dela.

Fiz alguma comprinhas e vai rolar bookhaul de acumulados la no canal, então se inscreve pra não perder o vídeo. A pedidos no instagram vai rolar sorteio de marcadores para vocês também!

Preço dos livros:
Série A rainha da fofoca R$10 
Rich e Mad R$10
Tartarugas até lá em baixo R$27

quinta-feira, outubro 12, 2017

Notas do meu celular em 2016 | Escritos


Algumas lembranças ficam conosco pra sempre. Como agora estou num ônibus indo pra casa da minha melhor amiga e começou a tocar a música da sua série favorita no spotify. Me peguei sorrindo. Talvez não devesse, talvez isso possa até soar de forma errônea quando for lido, mas já não é mais a mesma coisa sabe? Antes a saudade era porque ainda queria você comigo.

Hoje, é de algo que foi muito bom, porém durou pouco e não teve o final necessário. O enredo tomou outro rumo e confundiu o leitor da nossa história. Uma pena não é? Os espectadores ainda andam confusos e clamando uma volta, mas algumas coisas nunca mudam. E a vida quando nos afastou me fez aprender a ser sincera comigo mesma e entender que não estava preparada pra sentir aquilo por você. Talvez no futuro. 

Mas não agora A gente precisava se separar, talvez por apenas um meses ou anos. Só por agora ou para sempre.

Creio que seja para sempre Nós conhecemos no momento certo e as feridas ainda ardem para nós nos detalhes da vida que a gente tenta ignorar. E nos dias tristes em que me pego em como teria sido se tivesse o insistido um pouco mais em nós

quinta-feira, outubro 05, 2017

Os 12 Signos de Valentina | Estante


Nome: Os 12 Signos de Valentina.
Autora: Ray Tavares.
Editora: Galera Record.
Páginas: 389 páginas.
Classificação:
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino
Sinopse: Ela tinha certeza de que Lucas era o homem de sua vida, até um belo dia não ser mais. E da pior forma possível e para completar tudo no dia do seu aniversário. Isadora é estudante de jornalismo e graças a uma matéria na faculdade ela vai criar um blog investigativo para passar numa cadeira. Os 12 signos de Valentina tem como objetivo ser um blog para registar as saídas com os signos do zodíaco e descer aos seus leitores todas essas experiências. Como tudo na vida que está agregado a experiências a nossa protagonistas vai passar por diversas situações engraçadas e algumas até um tanto embaraçosas.     

A vida da protagonista é uma bela montanha russa. Após tomar conhecimento que o relacionamento dela com o Lucas já não era mais o mesmo e pior conta com uma traição de uma de suas amigas da faculdade. Relacionamentos longos contam com seus altos e baixos o deles não vai ser diferente. Seis anos é muito, porém pode ser jogado no lixo com facilidade é só dar um passo errado.

Como toda pessoa ela vai adorar curtir uma foça e se afogar em pizza e brigadeiro pós termino. Sua prima Mariana não está nem um pouco contente com isso e arrasta garota pra night regada de bebida, música e os frangalhos do seu coração partido. A noitada não tem o feito desejado, mas a Isa recebe alguns conselhos valiosos sobre astrologia de uma funcionária da balada e isso faz garota perceber que seu relacionamento passado não tinha chance de dar certo. Afinal peixes é o inferno astral de áries isso nunca daria certo.

Após se dar conta disso a garota vai começar seu experimento astrológico na aula de jornalismo investigativo. Como será que esses perfis astrológicos desses caras? Será que esse experimento dá certo e ela vai encontrar o boy perfeito do seu signo complementar libra?

Minhas impressões:

Já conhecia o livro do wattpad e tive o prazer de vibrar ao ver ele sendo publicado. A escrita da Ray é cativante do início ao fim o que torna quase impossível deixar o livro de lado. Leve, fofo e engraçado na medida certa. Um romance lindo e encantador.

Adoro astrologia com todas as minhas forças e sem dúvida esse foi o ponto mais forte do livro.

Um dos pontos mais incríveis de acompanhar nesse livro é o amadurecimento da personagem principal tanto emocional quanto pessoal, é imenso. Muita sensibilidade nas palavras, cheio de reviravoltas e com um toque de amor a cada palavra escrita. Flui incrivelmente rápido e quando menos esperava estava nas últimas folhas. E jamais queria largar estava tão divertido.

A record apostou nesse livro por ser sucesso nas redes sociais e tenho visto cada vez mais o mercado editorial investir em seus autores nacionais. Isso me deixa incrivelmente feliz de ver mais gente ganhando espaço no mercado e sendo reconhecido pelo seu trabalho.

Citações favoritas:

O negócio é que nenhum filme da Disney te prepara para a dor de uma traição, ou a constatação de que seis anos que passaram não significaram absolutamente nada para pessoa com quem você compartilhou cada alegria e tristeza.

Fiquem com alguém que saiba valorizar a pessoa que tem ao lado e que saiba o quão sortudo é em tê-los ou tê-las.

Esse é o grande problema das decepções amorosas e finais de relacionamento; você se mantem ocupada, tenta fazer tudo aquilo que sempre quis fazer, estuda com mais afinco, distribui currículos pela cidade, segue à risca de "como superar", mas, no final do dia, as memórias atingem em cheio como um soco no estômago.

Porque esse é o grande problemas das decepções amorosas e finais de relacionamento: tudo que é maravilhoso um dia acaba.

Eu posso ser um cara sem signo definido, mas não sou um babaca sem coração.

Não é o tempo que você passa com a pessoa que decide o comprometimento, e sim a facilidade que desistem um do outro.

Ninguém precisa de ninguém nessa vida, o sentimento de necessidade por outra pessoa não é saudável.

Mas meu amor por você ficou no passado, não tem mais espaço para ele no meu futuro.  

Se inferno é gostar tanto de alguém que seu coração chega a doer, eu vou continuar pecando para o resto da vida.


segunda-feira, setembro 18, 2017

Minha vida fora de série 4ª temporada | Lançamentos


Na última quinta, 14 de setembro. Ocorreu em Recife o lançamento de Minha vida fora de série 4° temporada da Paula Pimenta. Compareci ao evento junto com a Jubs que também é blogueira no Lanterna Lunar. As senhas foram distribuídas a partir das 09 horas da manhã e foram 300 senhas. 

Logo antes do shopping abrir já tinha uma fila na entrada e a listinha que o pessoal sempre faz pra manter a fila organizada por ordem de chegada, mas foi completamente ignorada por um senhor que conseguiu entrar no shopping antes da fila e conseguiu pegar 4 senhas. O que é extremamente errado, pois todo mundo que comparece a esses eventos sabe que a senha é pessoal e intransferível. Apenas uma por pessoa e foi extremamente errado e desrespeitoso da livraria dar as senhas para ele ignorando as outras pessoas que já estavam lá. Sem contar que o mesmo ainda discutiu com outra mãe que estava na fila com a filha.

Passado o estresse, as senhas foram distribuídas erroneamente e todos saíram da livraria. Às 18 horas a entrada foi iniciada para o bate papo com a autora e os sorteios feitos na sala para os leitores. Foi muito legal ver a Paula novamente a Editora Gutenberg sempre põe Recife nas turnês assim como várias cidades do nordeste o que é bem bacana, pois o público da autora é extremamente grande pelo nordeste e sempre lota as livrarias.

Seguem as fotos tiradas pela Jubs da câmera dela e do meu celular: 



quinta-feira, setembro 14, 2017

Vulnerável | Escritos


Foi difícil escrever essa semana uns conflitos pessoais tomaram grandes proporções que não estava esperando, mas que acabou servindo de inspiração mais uma vez. Acredito que ninguém nunca está preparado de verdade. Mesmo sabendo que todo ciclo possivelmente um dia se fecha, ainda sim não aprendemos a lidar com isso de forma mais tranquila. Então, se inicia uma guerra onde é preciso tomar cuidado para não enfrentar essa luta sozinho e manter sua sanidade mental estável. No momento é o que está em jogo, então precisamos saber a hora de parar. E não se torturar, nem se ferir de forma tão covarde contra si mesmo. 

Sabe aquele sorriso do texto anterior? Então. Essa semana ele apareceu nos meus sonhos e assim como qualquer sonho bom esse não chegou a se tronar real. E eu acordei, me dei conta de que de fato as coisas já não são como eram antes, que tudo que eu precisava agora era aprender a chutar o balde e enterrar todo esse assunto, só que dentro de mim. E vomitar todas as vezes que for preciso aqui e não mais pra quem já tem certeza de tudo que ainda sinto e que já não sente mais. Não é fácil viver em um quadrado nada confortável, temos que ir além, passar pelo deserto até achar um oásis. 

No meio da madrugada de domingo para segunda quando todo mundo dorme esperando a semana que começa, alguém está pensando sobre todo adeus. Alguém está pensando em você. Em algum lugar alguém lembra do amor de um amor passado. Lembra, não querendo resgatar o amor, mas como quem vê, uma foto antiga do dia em que ficaram juntos e sorri. E o pior do fim dos amores não é o fato do fim em si. O pior de um antigo amor é a ternura inevitável das lembranças. 

Então com isso escrever um manuscrito com sentimentos que te afligem todos os dias é tão difícil quanto uma prova final da faculdade. A diferença é que na prova, mesmo sendo final, você consegue mais uma chance. Mas já no amor, quando ele já não está mais sendo servido na mesa como prato principal, você precisa levantar. Sem reciprocidade é impossível manter um sentimento estável por muito tempo. É primordial que em uma boa relação tudo seja mútuo. Eu te amo, eu também te amo, eu te respeito, eu também te respeito. Isso pode durar bem mais que uma novela, sem precisar terminar quando o semestre acabar sabe? Enquanto os personagens existirem. Contanto que existam um para o outro por inteiro. Ninguém completo de si, merece metade do outro. 


É por isso que eu amo escrever. Cada comentário positivo e de identificação pessoal de vocês, me faz perceber o quanto que é importante citar o amor. Pelo menos aqui. Além de se identificar, conseguem passar pra mim a esperança de que não estou sozinho. Isso é gratificante demais. 

Então, hoje, deixo aqui nesse texto meu sopro de nostalgia,que pode ser o seu sopro de nostalgia. Escrito num papel. Tudo que já vivenciamos e dizemos um para o outro para assim se eternizar. Já que nós não nos eternizamos.


Adeus, alguém precisava dizer!

quarta-feira, setembro 13, 2017

LIVROS LOOK WHAT TO MEDE ME DO | Youtube



Vocês acharam que eu não ia falar de Taylor Swift hoje?

Tem vídeo novo no canal e respondi uma tag que é inspirada em um dos novos singles da Taylor criada pela Thais do Pronome interrogativo.



Perguntas da tag:

1- You asked me for a palce to sleep, locked me out and threw a fest
- Um livro que tenha traição

2- I I'I be the actress starring in your bad dreams
- Um livro com um vilão muito malvado.

3- I'm sorry, but the old Taylor can't come to the phone right now? - Why? - Oh, 'cause she's dad.
-Um livro com plot twit (reviravolta no enredo) incrível

4- Honey, I rose up form the dead i do it all the time
- Um personagem que apesar das dificuldades não perde o brilho.

5- I don't like you perfect crime you said the gun was wine
- Seu livro policial favorito.

6- Look what you made me do
- Um livro que te fez virar a noite.

quinta-feira, setembro 07, 2017

Resiliência | Escritos

foto: tumblr
Leia ouvindo: Rise - Katy Perry.

Me preparei psicologicamente por precisamente três semanas para escrever esse texto. Coloquei as melhores músicas que fazem parte do minha atual conjuntura para fluir como frases de autoajuda e inspiração. E então saiu, estou aqui. 

E quero começar dizendo que manter sua saúde mental estável, é o melhor presente que você dar a si mesmo. Permita sempre tentar usar sua fragilidade sentimental para o melhor. O melhor em si, você só vai descobrir ao passar por uma situação delicada, infelizmente. É o famoso "apanhando para aprender". 

A inspiração para esse texto, no meu caso. Tem nome, sobrenome e um
sorriso que me destrói todos os dias. A partir do momento em que eu acreditei que dependesse dele pra minha vida. E acreditei que se entregar com toda intensidade do mundo era a solução para tudo. Então, eu, idealizava que a aquela pessoa séria a que mais fosse passar momentos incríveis ao longo da minha vida.  Sim, a gente costuma acreditar bastante no "pra sempre". Parece mentira né? Mas a gente não consegue deixar isso apenas nos contos de fadas. 

Então, sabe aquele sorriso lindo que citei acima? Pois é. Ele agora sorri pra outra pessoa. Agora é o motivo de outra pessoa também sorrir. Ele não é mais meu ou talvez nunca tenha sido, mas com minha mania de acreditar que as pessoas pertencem a alguém acabo levando uma rasteira da famigerada vida mais uma vez. 

O que ganho com tudo isso? Maturidade suficiente para entender que as coisas mudam de lugar sem a gente nem perceber.

Basta um dia nascer, uma noite surgir e aquele dia nunca mais vai se repetir. Com a vida acontece a mesma coisa, a diferença é que quem escolhe se vamos viver como se fossem todos os dias o mesmo, somos nós. Eu por exemplo, achava que a dor da ausência de alguém nunca fosse passar. E me martirizei por erros que talvez não fosse tão erros assim. Super concordo em se permitir a sentir tudo, seja a dor ou o amor. Sinta, não finja nada por ninguém e nem pra alguém. Apenas sinta.

Agora, acreditar que vivenciar por muito tempo essa dor como se a vida tivesse parado ali, naquele instante.

É tortura!

É cilada! Você é bem mais que isso!

Se eu recebo dor, devolvo amor. 
Isso nos torna mais forte e acreditar que a vida só tem a nos fazer crescer por nós mesmos, depende de você. Então comece de hoje, comece de agora. E seja você sempre, com dor ou sem dor. Não estacione o que você tem de melhor por nada muito menos por alguém. 

Tudo acontece por uma razão. 

terça-feira, setembro 05, 2017

O mínimo para viver | Manteiga de cinema


A Netflix tem investido bastante em produções com temas que estão presentes no cotidiano para milhares de adolescentes e que apesar de não serem nada atuais ainda é tabu falar sobre eles. To into the bone em português O mínimo para viver protagonizado por Lily Colins atriz que posteriormente sofreu de anorexia e bulimia quando era mais nova. As duas são coisas diferentes, mas que muitas vezes tem andado juntas.

Anorexia é um distúrbio alimentar que leva pessoa  ter compulsão por exercícios e enxergar seu corpo de maneira diferente do que ele é naturalmente. É um problema crônico, ou seja, pode durar anos ou uma vida inteira. Bulimia é um transtorno marcado pela compulsão alimentar e métodos malucos para evitar ganho de peso.E também é um problema crônico pode durar anos ou uma vida inteira. De todos os sites que li e consultei é um problema que não tem cura e sim controle. É possível controlar a doença, mas não existe cura. O paciente pode ter crises ao longo da vida, mas também pode ter controle das respectivas doenças por anos e nunca mais ter nada.



O filme começa com um aviso de gatilho para os espectadores e avisa que todos os atores tiveram problemas posteriormente com essa distúrbios. Todos já tem minha mais sincera admiração, pois enfrentar essas distúrbios é muito mais complicado e ter forças para interpretar um papel como esses depois tudo que tenham passado, é admirável.

A personagem principal a Ellen já passou por diversos especialistas e clínicas inclusive acaba de ser expulsa da última, mas parece estar disposta atentar uma última vez com um médico novo e aparentemente mais persistente que os últimos e deixa claro para garota que só vai iniciar o tratamento se realmente quiser continuar a viver caso contrário não perderá seu tempo.


É um filme forte principalmente se você conhece alguém ou já passou pelo mesmo. Algumas cenas foram agonizantes pra mim e me deixaram com um embrulho no estômago. Fiquei feliz da netflix escolher um tema tão importante e comum na vida dos adolescentes e que é sempre tido como "frescura" ao ser abordado. Depois do sucesso de 13 Reasons Why que também aborda um tema tabu o suicídio a plataforma tem investido em filmes e séries com essa mesma pegada para compor o catálogo.

Como todo original netflix possui uma trilha sonora linda, tocante e emocionante e que provoca lágrimas a seus espectadores. Deixarei o link de uma Playlist no spotify aqui nesse post. Ela não é minha e nem netflix é de uma moça chamada Ana Beatriz Freitas.

domingo, setembro 03, 2017

Autores paceiros na Bienal do Rio | Lançamentos


Fechamos uma parceria recentemente como autor Mauro Felippe (@Maurofelippe_autor) que estará presente tanto na Bienal do livro de Pernambuco que será realizada nos dias 06 à 15 de Outubro e também na Bienal do Rio de janeiro com estande próprio nos dias que começa no dia 31 de Agosto e vai até o dia 10 de Setembro.

O autor estará lançando seu livro de poemas e provocações "Humanos". 

Sinopse:é o quarto livro do autor e reúnpoemas que provocam reflexões sobre a vida em sociedade e/ou solitária. Mauro fará seu lançamento oficial no sábado, dia 2, em seu estande de 40 metros quadrados – o maior, segundo a organização do evento, entre os estandes de autores independentes
Com um estilo próprio, o autor coloca em seus poemas pitadas de realismo, envolvendo temas psicológicos e filosóficos. Poemas que, segundo ele, chegam sem hora marcada, quase prontos em seus pensamentos para que possam refletir sobre a sociedade e a vida cotidiana. “As virtudes e desgraças do ser humano são o centro de tudo o que passo aos leitores”, explica. 

O novo escritor, hoje com de 51 anos de idade, iniciou seus primeiros rascunhos ainda na adolescência, mas só resolveu lançar a sua primeira publicação há três anos. “A literatura sempre fez parte do meu convívio familiar. Fui muito incentivado pelos meus pais desde criança e até hoje. Somos de uma família que lê muito, principalmente grandes temas literários”, revela. A descoberta pelo Direito e a ideia de se lançar como autor vieram – como Mauro costuma mencionar – “num estalo”.

A Mirela Paes (@MirelaPaes) também é nossa parceira e vai estar na Bienal do Rio de janeiro no estande da Editora Qualis dia 03 de setembro autografando às 10 horas da manhã, mas o laçamento oficial é dia 07 no estande da editora às 17:00 horas o seu segundo livro publicado Destinos Cruzados. Já tive o prazer de ler a obra antes dessa edição nova e gente quem leu Se eu ficar vai amar muito a vibe do Adam me lembrou muito o desfecho principal da história e é meu livro favorita da autora até então.


Sinopse: Sarah sempre foi uma garota tímida e reservada. Mesmo não se sentindo à vontade, era comum estar sob a luz dos holofotes. Seu pai era um famoso diretor de blockbusters, sua mãe, responsável pela curadoria de um dos mais respeitados festivais indies do mundo. Para completar, seu namoro estava em crise e ele era nada menos que o pop star dos filmes teens do momento. Sua melhor amiga? Tinha contracenado com ele no filme que o revelou. É querendo fugir desse meio louco que ela acaba caindo da estrada. O que ela não imaginava era que em pouco tempo acabaria se descobrindo verdadeiramente. Se apaixonaria de verdade e deixaria a artista que tinha dentro dela florescer...

Adicione o livro no Skoob e no Goodreads

Compre na Amazon Destinos Cruzados

Vai estar pela Bienal esses dias? Corre pra conhecer esse dois autores lindos você não vai se arrepender. 

quarta-feira, agosto 09, 2017

Riverdale 2ª temporada | Viciada em séries


Vocês já conhecem Riverdale? Fiz um post aqui no blog no início do ano e vou deixar o link aqui. A série foi renova pela CW e estréia em 11 de outubro desse ano.

Trailer da 2ª temporada:


A série deixou várias perguntas em aberto no final da temporada e isso deixou os fãs bastante ouriçados nas redes sociais. Primeira delas foi respondida no trailer que era se o pai o Archie (K.J. Apa) estava vivo ou não. Nessa nova temporada teremos novos personagens como o Pai da Verônica o Hiram Lodge (Mark Consuelos) , a chegada de Toni Topaz (Vanessa Morgan) que é uma personagem que ainda não se sabe ao certo como se vai repercutir na história.

O que esperar da segunda temporada?

Um roteiro mais elaborado juntamente com uma construção dos novos personagens e a manutenção dos novos explicando os rumos que suas famílias iram tomar e os acontecimentos em aberto ainda da primeira temporada. Como o destino da Cherly (Madelaine Petsch)e como a vilã irá se portar ao lado de sua mãe que sobrevivei ao incêndio, porém com algumas sequelas.

Considerações da primeira temporada e sobre o final: 

Confesso para vocês que o final foi um tanto mal exposto pra mim. A ideia era muito boa, mas a série deixou a desejar no sentido roteiro e elaboração de personagens ao longo da trama, mas acredito que isso seja resolvido, pois poucas primeiras temporadas de séries são tão boas quantos as suas próximas. Sempre vão existir erros e acertos ao logo do caminho essa é a minha opinião.

Ansiosos para outubro? O que esperam para essa nova temporada? 
Me contem nos comentários.

sábado, agosto 05, 2017

A Lógica Inexplicável da Minha Vida | Estante




Nome: A Lógica inexplicável da minha vida.
Autor: Benjamin Alire Sáenz.
Editora: Seguinte.
Páginas: 440 páginas.
Classificação: 

Onde encontrar: Amazon | CulturaSaraiva | Submarino

Sinopse: Salvador é um garoto que leva uma vida pacata ao lado de seu pai adotivo e sua melhor amiga Sam. Mas como todo último ano de ensino médio o dele vai sem complicado e ele passará por mudanças sob os quais não tem nenhum controle. Além disso sua vó está com a idade avançada e está para partir. Seu se aproxima do ex-namorado e uma tragédia acontece na vida de sua melhor amiga. Nessa confusão de sentimentos de luto ao amor o garoto tenta encontrar a lógica para sua vida e entender as lições de cada situação pela qual passa. 




O Sal está no fim do ensino médio e está enfrentando todos os dilemas de uma adolescente. Ele e a Sam são melhores amigos desde criança e estudam juntos

Minhas impressões:
O LIVRO DA MINHA VIDA, LISTA DE FAVORITOS DE 2017 COM CERTEZA!

A escrita do Benjamin me encantou e ao mesmo tempo me deixou intrigada. Era primeira vez que pegava um livro do autor apesar de muitas pessoas terem me indicado bastante Aristóteles e Dante adiei a leitura e comecei esse antes. E não me arrependo em momento algum. Li em e-book, pois não gostei da capa que a seguinte escolheu. A leitura veio no momento certo e no tempo certo. A história do Sal, me tocou de maneira profunda e intensa jamais esperava o impacto que esse livro teve quando comecei, fez com que eu me debulhasse em lágrimas no final e me mostrou mais uma vez que amizade é uma das coisa mais preciosa que temos nessa vida. 


Apesar dos caminhos difíceis que percorremos ao longo da vida, e importante se permitir recomeçar de novo. Família é uma palavra pequena perto significado imenso que ela possui ao longo da leitura. A narrativa bate bastante nessa tecla e mostra como o amor e a amizade superam os momentos difíceis. Meu personagem favorito sem dúvida foi o Fito e talvez tenha um livro só dele mais pra frente segundo o autor. Já não vejo a hora de o ter em mãos, pois apesar da contrariedade com a capa este livro vai muito além uma representação estética na capa!

As lindas palavras sábias e dolorosas do autor deixam meu 2017 mais poético reflexivo.


Citações favoritas:


Talvez a gente nem sempre saiba o que existe dentro de nós.

Meu pai sempre dizia que não havia nada de errado em chorar, e que se as pessoas chorassem mais o mundo seria um lugar melhor.
As pessoas podem ser muito cruéis. Elas odeiam o que não conseguem entender. 
Mas temos que encontrar um jeito de nos disciplinar para que a crueldade deles não nos transforme em animais feridos.
Era por isso que ele amava arte. Porque ela civilizou o mundo.
Mas talvez não exista lógica por trás da palavra família. A verdade é que essa palavra nem sempre é boa.
Ás vezes é preciso deixar as pessoas terem seu próprio espaço - mesmo quando se está no mesmo cômodo que elas.
Viver é uma arte, não uma ciência.
Ás vezes você precisa explicar coisas para si mesma.

sexta-feira, agosto 04, 2017

Beijos de sábado à noite


Tocava Nando Reis de fundo, você tinha um lindo sorriso e tocou a minha bochecha. Seus lábios estavam próximos, o sorriso deu lugar a um misto de novas sensações e um olhar lindo que refletia todas as coisas lindas que você tem por dentro. 

Os lábios se encostaram, suas mão foram para na mina cintura e me trouxesse pra mais perto de ti. Seu coração pulsava na mesma sintonia o meu, sorrimos juntos no meio do beijo tantas vezes que perdi a conta. Queríamos aquilo desde quando nos conhecemos, mas ambos optamos por ficar no nosso próprio espaço. O beijo finalmente acaba, encostamos nossas testas, sorrimos e ficamos abraçados.

"Desculpe estou um pouco atrasado, mas espero que ainda dê tempo..."

beijos, abraços e pequenos laços.

O que era uma noite de sábado, se tornou um pequeno encontro de dois corações inseguros e desesperados um pelo outro. As batidas do meu coração se alinharam facilmente as notas do violão que estava a tocar, show acústicos, sempre os melhores. A simplicidade de alguém segurando seu violão em meio a tantas pessoas me ganha.

Fim de noite, dia amanhecendo nos olhamos e sorrimos.

Uma noite, pode ter sido coisa de uma noite. Aqueles olhos talvez me digam ao contrario, mas confesso que particularmente eu vou adorar descobrir.

segunda-feira, julho 31, 2017

Covers favoritos | Playlist



Faz algum tempo que não falamos de música por aqui e por esse motivo resolvi fazer um post com meus covers favoritos e algumas músicas autorias desses artistas do youtube. Espero que gostem e curtam conhecer esses novos rostinhos e alguns nem tão novos assim.

  • Mesmo sem estar - Mari Nolasco e Gaby Luthai 

  • TIAGO IORC - Starboy (Cover The Weekend)
  • Wrecking Ball - Miley Cyrus (Manu Gavassi Cover)


  • Vitória e Carol Marcílio - Catâ-flor (autoral)


  • Poemas que colori - Mari Nolasco (autoral)


  • Lua Blanco - Perde Tudo (autoral)
 
  • What I've Been Looking For ft. Lucas Gabreel | Music Sessions |Ashley Tisdale

sábado, julho 29, 2017

Caixa Postal | Escritos


Dançando sob as estrelas esta noite sonhei que encontrava você. 

Tinhas um buquê em mãos, mas nem ousei perguntar porquê. Conversamos alegremente sobre a vida e nossas expectativas pra esse ano que tecnicamente tinha acabado de se iniciar. Contei sobre o livro e como tenho caminhado com as histórias novas, rimos, nos divertimos. Falamos até sobre o clima. Quente. Como sempre. Essa cidade não seria tão diferente se não fosse calorosa o suficiente para manter o calor dos seus amores efêmeros.

A noite estava prefeita parecia um sonho. O que de fato era, pois nossos caminhos não se cruzam há três longos anos. Acordei atordoada me perguntando se tudo aquilo tinha sido real. Podia sentir o cheiro amadeirado do seu perfume escapar pela ponta dos meus dedos, aquilo me assustou. O cheiro era de casa e ao mesmo tempo de passado.

Retornar aquela noite que nunca existiu graças a chuva que impediu de nos encontramos. E por um segundo naquela madrugada, permiti-me pensar onde anda você. O que tem feito da vida, se passou naquele concurso e se tornou quem tanto almejou por anos. Se ainda enrola o cabelo na ponta dos dedos. Será que suas bochechas ainda são tão coradas quanto posso me lembrar? Desperto do desvaneio quando o celular vibra em minha cama, saio da janela e o pego. Ao voltar a observar a cidade vejo que o céu está escuro e não tem uma estrela ao contrário do meu sonho que tinha inúmeras delas.

O celular vibra outra vez e é uma mensagem da operadora tenho um novo recado. Ligo para caixa postal e:

- Ah, oi, não sei se você ainda tem esse número. Mas já faz três anos e eu nunca tive oportunidade de dizer o que sentia e talvez nunca tenha. Éramos tão jovens, ainda somos, mas na época adolescentes confusos que não podiam ir ao encontro um do outro pela chuva. E fizemos aquela promessa estúpida de que se não conseguíssemos era pra seguir nossos caminhos sem olhar pra trás. Sexta o CD do seu cantor favorito foi lançado e te enxerguei em todas terminações românticas de cada canção, inclusive da mais triste. Esse tempo todo não segui em frente, me desculpe, quebrei a promessa. Agora estou em frente ao seu prédio e queria poder te observar na janela contando estrelas, mas é impossível nem tem estrelas hoje no céu.

Uma pausa é feita, escuto apenas a respiração de fundo.

- Se algum dia ouvir essa mensagem, me liga, faz um sinal de fumaça, desce e me encontra na varanda, sei lá, só aparece. 

Quais as chances de isso acontecer na vida mais de uma vez na vida? Bom, particularmente eu não faço ideia, mas desço as escadas de pijama e tudo atrás dele. O amor não pode me escapar duas vezes, me deseje sorte. 
   

Instagram

© Escritos & Livros – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in