Não tenha medo de voar, mesmo se não tiver asas. | Escritos

by - segunda-feira, agosto 01, 2016



Leia ouvindo:  Fall - Ed sheeran.

É uma cidade nova, pego uma estrada diferente. Talvez hoje eu não percorra o mesmo caminho até você. Como se sente sabendo que estou fugindo? Não só de você, da cidade, das lembranças e dos pontos dolorosos que quando lembro me fazem chorar, na maioria das vezes. Queria te contra todos os segredos, mas agora parece-me um pouco tarde. 

Encaro o copo de café frio em minhãs mãos no trem e instantaneamente as lágrimas parecem cair, não devia ser tão difícil ir embora. Desapegar das lembranças, embarcar numa aventura nova. Que sabe até amar de novo, me apaixonar outra vez. Só tenho colhido dor, parece que nunca aprendo não é? Além da inútil capacidade de não dizer completamente o que sinto, me apego aos seres humanos mais aleatórios possíveis. Como você mesmo e disse: - Uma eterna menina que sempre encontrar amor nos lugares mais improváveis, adoro isso em você.  É como se não tivesse medo de voar, mesmo sabendo que não tem asas.

Ri daquela definição maluca, achei que nunca se encaixaria comigo, mas olhando o histórico de amores antigos e a baixa frequência que me apaixono, você estava certo. Não sou de enxergar amor em tudo, contudo nos lugares mais improváveis, ele sempre parece me encontrar. É até engraçado se pararmos pra pensar, a lista de caras pelos quais me apaixonei de verdade é bem pequena, acho que nem se pode chamar de lista, quando só se tem dois nomes.

Minha estação é a próxima, estou indo pelo caminho contrário a você, sinto muito por isso, mas uma hora nós dois sabíamos que cada um de nós ia optar por seguir seu próprio caminho.

Você também pode gostar de

0 comentários