Da janela do carro | Escritos



Voltando pra casa hoje, olhando pela janela do carro. Vi aquele sentimento que já era mínimo se desfazer, foi muito bom gostar de você. Mas mal podia esperar para tudo isso acabar. As ruas em Recife são lindas, apesar de algumas estarem bem poluídas. Olhando cada traço e detalhe, analisei meus últimos meses e com um pouco de dor no coração percebi que aquele sentimento que crescia e muitas vezes parecia nunca ter fim, enfim tinha cessado. 

Foi bom te ter ao meu lado, mas já não aguentava mais sofrer pela sua ausência. Como diz aquela letra do Skank: "Te ver não e te querer, é improvável, impossível.

Te ver e ter que esquecer é insuportável, é dor incrível."

Me machucava não te ter comigo, Gadú disse certo na canção, a tua ausência me causou um caos tudo parece ter dado um giro de 360°. E sentir sua falta não me fazia bem, gostar tanto de alguém assim era sufocante e agonizante

Espero que esteja bem e que me esqueça também, siga sua vida. Conheça gente nova, construa amizades e quem sabe até um novo relacionamento, para nós não era o momento certo. Porém se nos nos cruzarmos de novo um dia, não hoje, nem amanhã muito menos na semana que vem. Um dia inesperado, espero que não me deixe escapar como água entre os dedos outra vez.

Instagram