Mas o céu vem dizer, que um lar dentro de você eu fiz | Escritos

by - segunda-feira, julho 25, 2016




A gente evita escrever, tenta não pensar, mas no final parece que tudo leva a um só caminho, você. No meio do caminho tinha saudade, angústia, medo de dar errado outra vez, a insegurança de sempre e no final disso tudo tínhamos nós. Inocentes, apaixonados e tentando construir um amor. 

Os tijolos não foram fortes o suficiente, se estremeceram diversas vezes. Já começamos essa casa torta, mas tendo ciência que seríamos o lar um do outro.

Para grudar os tijolos não era necessário cimento, mas sim confiança, carinho e afeto. Pusemos tudo na mão um do outro a partilharmos aquilo por bastante tempo até. Um pena que uma casa torta não se sustenta por muito tempo, logo não éramos uma casa e sim um emaranhado de sentimentos.

Confusão, amor e medo. Os responsáveis pela destruição, o lar já estava sendo desfeito. Isso nós deixou, com uma imensa dor no peito. Os entulhos teriam de ser recolhidos pouco a pouco da sua maneira, devagar e sempre no meu caso. Já no seu, nunca sei bem. Sempre deixou isso ao acaso. Os tijolos estão sendo reconstruídos, pouco a pouco cada um no seu canto. Porém ninguém sabe se eles ainda tem encanto ou se ouve realmente um desencanto.⁠⁠⁠⁠

Você também pode gostar de

0 comentários