Gilmore Girls | Viciada em Séries

by - julho 30, 2016

Não sei se vocês já sabem, mas Gilmore Girls está na netflix! Sim, vamos poder rir novamente com as aventuras da Lorelai e sua filha a Rory. Quem ai já conhecia? Se você ainda não conhece está procurando uma série para esse fim de férias, essa é a minha indicação! Tenho indicado para todos os meus amigos e conhecidos, até agora não houveram reclamações.

A série conta a história de uma mãe solteira que apesar de vir de uma família rica, optou por conquistar a sua própria independência e ensinar seus valores para sua filha. Parece uma história clichê, mas não é. Ensina muito sobre valores, conquistar sua própria independência e sobre as peças que vida sempre pega na gente. O enredo é baseado na relação de Lorelai e seus pais, os conflitos da vida de Rory na escola e sua escolha de universidade




Se passa a pequena cidade de Stars Hollow que apesar de fictícia, se mostra muito acolhedora. Logo após ficar grávida de Rory (Alexis Bledel), Lorelai (Lauren Graham) foge de casa decide se emancipar e se refugiar na pequena cidade. Criar sua filha sozinha pode parecer uma tarefa difícil, porém ela desempenhara essa função com maestria e muito amor.



Fazia muito tempo que não via nenhuma notícia sobre a série, porém em julho a netflix liberou ela toda. Passo todo meu tempo livre revendo e matando as saudades dos personagens, em novembro vai rolar um especial da série produzido pela netflix. Se você ainda não começou a maratonar, corre que ainda da tempo.

O especial foi escrito pela criadora da série e seu marido, terão em média 90 minutos e serão 4 episódios. Se chamara: Gilmore Girls: Seasons, reservem um espaço no seu calendário para o especial da série em novembro.



Assista o teaser:




Já assistiram Gilmore Girls? Se não, o que estão esperando para começar? 

O jogo perfeito | Estante

by - julho 28, 2016

Nome: O jogo perfeito. 
Autora: J. Sterling
Editora: Faro editorial.
Páginas: 222 páginas.
Classificação:  

Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino

Sinopse: Cassie Andrews e Jack Carter são dois universitários estudam na mesma faculdade, porém nunca deram muita atenção um a outro, até a festa grêmio. Jack é famoso por ser o garanhão da universidade o que a faz querer manter uma certa distância dele. Ele está costumado a ter mulheres caindo a seus pés, faz de tudo para ter um encontro com ela e consegue ser fielmente ignorado. Ambos passaram por muitas situações o que os levou a ter dificuldade de confiar nas pessoas o que dificulta bastante sua aproximação e relacionamento. 

Uma festa faz com que eles se aproximem, porém ambos passaram por conflitos em sua vida e isso faz com que tenham algumas dificuldades em seu relacionamento logo de cara. O livro vai se passar entre Jack e Cassie tentando manter um relacionamento, a carreia de Jack, ambos aprendendo a confiar um no outro e aprenderem a lidar os fantasmas do passado.

Minha opinião:
Tive muitos sentimentos contraditórios durante a leitura, o que me irritou foi que os fatos aconteceram rápido demais. A autora os jogou de maneira muito rápida e isso fez que me irritasse um pouco, pois perdeu o ritmo da história e a deixou extremamente confusa em diversas partes. 

No entanto aprendi um pouco mais sobre beisebol que me deixou feliz, não conhecia quase nada sobre o esporte. O companheirismo entre os jogadores foi inspirador, a maneira com eles se tratavam como uma família. Fiquei encantada com essa parte da história, mas ainda sim incrivelmente incomodada com os fatos pareciam às vezes nem ter uma justificativa aceitável. Apesar dessa experiência ruim, xingava bastante enquanto lia, porém estava tão concentrada na história que era incapaz de largar o livro.

O que me preocupou foi a maneira como o Jack foi representado no livro, clichê demais. Talvez eu tenha casando um pouco desse tipo de personagem, o garanhão incrível, lindo que pega todas e etc. Sei que algumas podem discordar, contudo não me levem a mal, só estou cansada desta típica visão e construção que é feita nos livros. Faltam figuras masculinas inspiradoras, as pessoas estão mais preocupadas em criar o típico cara irrepressível e esquecem de usar criatividade.


Citações favoritas:


Que importa? Meu coração é tolo. Acredita e qualquer coisa.

Depois de alguns anos, minha carreira de beisebol chegará ao fim, e consigo viver sem ele. Mas não consigo viver sem você.
Todos nós carregamos feridas. É assim que sabemos que levamos uma vida que vale a apena. O amor é um campo de batalha, como já disse Pat Benatar. 
Acho que foi Ghandi que disse: 'O perdão é atribuído para os fortes'. Espero que vocês tenha a força de me perdoar.
Não pode fazer promessas que não é capaz de cumprir.
  
Já leram O jogo perfeito? Me contem o que achar nos comentários!

Mas o céu vem dizer, que um lar dentro de você eu fiz | Escritos

by - julho 25, 2016


Leia ouvindo: O amor venceu - Roberta Campos.

A gente evita escrever, tenta não pensar, mas no final parece que tudo leva a um só caminho, você. No meio do caminho tinha saudade, angústia, medo de dar errado outra vez, a insegurança de sempre e no final disso tudo tínhamos nós. Inocentes, apaixonados e tentando construir um amor. 

Os tijolos não foram fortes o suficiente, se estremeceram diversas vezes. Já começamos essa casa torta, mas tendo ciência que seríamos o lar um do outro.

Para grudar os tijolos não era necessário cimento, mas sim confiança, carinho e afeto. Pusemos tudo na mão um do outro a partilharmos aquilo por bastante tempo até. Um pena que uma casa torta não se sustenta por muito tempo, logo não éramos uma casa e sim um emaranhado de sentimentos.

Confusão, amor e medo. Os responsáveis pela destruição, o lar já estava sendo desfeito. Isso nós deixou, com uma imensa dor no peito. Os entulhos teriam de ser recolhidos pouco a pouco da sua maneira, devagar e sempre no meu caso. Já no seu, nunca sei bem. Sempre deixou isso ao acaso. Os tijolos estão sendo reconstruídos, pouco a pouco cada um no seu canto. Porém ninguém sabe se eles ainda tem encanto ou se ouve realmente um desencanto.⁠⁠⁠⁠

Stranger things, você precisa assistir. | Viciada em séries

by - julho 18, 2016


Diferente de tudo que você está habituado a assistir, a nova série original da Netflix irá lhe surpreender.Lançada no último dia 15, a série conta 8 episódios. Aviso: Após começa-lá é impossível parar de assistir. Como li em uma matéria da internet, uma carta de amor anos 80, literalmente. Com um roteiro incrível, cheia de referências bacanas dos anos 80, com certeza uma boa dose nostalgia para as pessoas que nasceram na época.



Stranger things já começa de maneira inusitada com desaparecimento de um garotinho o Will (Noah Schnapp). No caminho para casa ele é aterrorizado por alguma coisa, aparentemente não se sabe quem ou que. Não muito longe da li um laboratório secreto funciona e já no primeiro episódio um segredo é revelado.

Diferente das séries da atualidade, ela não enrola e nem cria situações dramáticas para enrolar o espectador. Pelo contrário, cria situações extremamente interessantes e conflituosas, onde ele não vai conseguir dormir pensando no que vai acontecer o próximo episódio. Passei o domingo vendo a série, fazia algum tempo que alguma série não me empolgava assim. Foi ótimo ter essas sensações de novo, fora a trilha sonora incrível com que conta a série.  

A netflix disponibilizou uma playlist com todas músicas da primeira temporada, caso queriam ouvir deixarei a playlist aqui no post, é no spotify! (spotify é amor ♥) 



Já assistiram a série? Se não, o que estão esperando? me contem nas redes sociais ou voltem aqui e comentem o post, preciso de mais gente pra conversar sobre a série!

A Elite | Estante

by - julho 17, 2016
Para conferir a resenha do primeiro volume, clique aqui.


Nome: A elite.
Autora: Kiera Cass.
Editora: Seguinte.
Páginas: 355 páginas.
Classificação: 

Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino


Você não deve se apegar muito a ele, pois basta um instante para que o coração dele seja levado para sempre.


Sinopse: Eram 36 garotas, agora restam apenas seis e uma coroa. Maxon está mais deputado do que nunca. Ele e America se aproximam cada vez mais, porém quanto mais perto dele a garota está, mais confusa fica. Mas as garotas da Elite sabem bem o que querem e a competição para o coração do principie está cada vez mais acirrada. 


6 garotas e uma cora. A disputa pela coroa nunca foi tão acirrada, porém elas não levam em conta o que principie tinha apenas uma no coração. Mesmo com toda a confusão dela, seu coração ainda pertencia a uma única selecionada. Neste segundo livro vamos conhecer um pouco melhor as garotas, devido a diminuição no número de concorrentes e o foco a da história passa a ser as seis e os conflitos tidos entre elas.

A Cris vai se tornar um pouco mais importante na história, a Celeste continua insuportável e as outras não são muito citadas, apenas quando necessário. Além disso elas começam a ter um papel mais importante para ao povo de Illéa. Vamos conhecer um pouco mais sobre o país sua história, como funcionam os ataques rebeles e quem são eles. O que vai levar América a ter desconfianças sob a história do país e questionar se não existem segredos em torno da família real. 


Minha opinião:

De todos os livros, este foi meu favorito. Foi quando finalmente criei uma empatia pelo Maxon. Entendi seu temperamento e confesso que chorei com algumas revelações. A história fluí com bem mais facilidade neste segundo livro, não consegui largar a história desde que peguei o livro.

O surgimento de alguém na história deixou tudo mais confuso para Meri, os segredos da família real, a desconfiança sobe a história do país. Foi impossível não gostar deste livro, um misto sensações a sua leitura.

Os questionamentos feitos pela personagem, as criticas feitas pelo livro, tudo está maravilhoso. Acredito que boa parte das perguntas que o primeiro livro deixou, forma respondidas neste livro, porém deixando um belo plot twist para o terceiro.

* plot twits: reviravolta na história.


Citações favoritas:
Falei a mim mesma para pegar meu coração de volta.
Às vezes, sinto que somos um nó complicado demais para se desfazer.
Meu argumento era de que tínhamos de nos envergonhar de ter pessoas confinadas para cavar canais quando  podiam realizar cirurgias do coração.
Você sabe que encontrou algo incrível e quer leva-ló para sempre consigo. E um segundo depois de ter aquilo, você fica com medo de perder.  

Desmerecendo aquele nós | Escritos

by - julho 17, 2016


 É incrível o modo como você me marcou, o que me ensinou com suas atitudes, por mais que no fim eu ficasse triste com cada uma delas, acho que no fundo foi sua intenção. Incrível como mudou meu jeito de olhar para as pessoas, sim, você conseguiu isso, esperar sempre o pior delas, claro que isso será uma grande tarefa por conta da minha personalidade, mas espero que eu não precise aplicar ela várias vezes na minha vida.

Você diz que seu cérebro não consegue se estagnar a uma vida monótona, mas a gente sabe que você falou do nosso relacionamento, mas me diga, como um relacionamento pode não ser monótono quando se termina em menos de uma semana ? Mas passou, e sabe, meses atrás eu fiquei me lamentando por achar que não fui alguém boa o suficiente pra ti, ‘’infelizmente...’’, mas agora estou tão feliz por estar sem você, sem me sentir mal ou algum outro sentimento de tristeza, que chega ao ponto de pensa: '' como fui me apaixonar por alguém como você ? ''.

As nossas lembranças que pra mim foram importantes, nossas referências, nossas brincadeiras e afins, foram boas, sou muito feliz por cada uma delas. E sim, a nossa história vai ser contada para os meus filhos, mas ela no final vai ter um sentido muito maior do que o amor, o amor que eu senti por você, a moral da nossa história vai ser que nunca desmereça os sentimentos dos outros, pois você não sabe o quanto foi importante para a outra pessoa.

Creio que você já achou a sua ‘’vida agitada’’, e espero que seja muito feliz com ela ou com quem vier, aproveite cada minuto com ela, então apenas seja feliz assim como eu estou sendo. 

Uma canção pra você. | Lançamentos

by - julho 15, 2016

No último sábado (8) de julho a Luly trigo voltou a Recife para lançar o terceiro livro da série Meus 15 anos. Como sempre foi um amor só, matamos a saudade da Luly, fizemos vários snaps e demos muita risada com ela!

Não teve vlog como em Karol, mas o Rafa fez vlog pro canal dele. Então aguardem, assim que sair coloco nesse post o vídeo ou compartilho no facebook do blog!

Como sempre o evento contou o pessoal que sempre me acompanha, melhores amigos dos eventos, sim! ♥ Foi tudo muito lindo e cheio de amor, rolou até uma bagunça no snap da Luly, ele me passou o celular fiz alguns com o pessoal que 
estava na fila.


~ Bagunça no snap ~







Olhem a Mi e a Luly juntas, cada uma com o livro da outra! ♥

Para quem foi ao evento e ainda não viu as fotos, estão na fã page do blog da Mirela Paes, cliquem aqui para conferir! Foram no lançamento aqui ou em alguma cidade? Conhecem o trabalho da Luly? Se não, temos resenhas dos dois últimos livros dela por aqui.


Escritos: Endereçada pra você.

by - julho 07, 2016

           Leia ouvindo: Oasis - Wonderwall, Birdy - Tee shirt.                            


São quatro da manhã e provavelmente quando acordar e recobrar um pouco da minha sanidade mental, me arrependerei de cada palavra escrita neste texto. Enquanto toca Oasis, seco minhas lágrimas. Acabo de terminar de ler um conto de natal, nele por mais que evitasse encontrei você em todas referências amorosas. Talvez eu me martirize por isso, pois lembro-me do natal passado e o quão tola fui por ter deixado aquela história mal resolvida, por ser medrosa demais pra correr atrás do que queria na época.

Uma pena meus acessos de coragem aparecerem as quase cinco da manhã, quando não tem ninguém olhando. E todos em forma de texto, provavelmente esqueceria toda e qualquer palavra se estivesse olhando pra você, como sempre digo: Escrevo melhor do que falo. Nunca sei demostrar o suficiente ou transbordo ou não demostro, algumas das minha peculiaridades enquanto pessoa.

Ainda não sei o intuito de te escrever depois de tanto tempo, na verdade alguns meses. Nunca sei ao certo, sou péssima com datas. Um bagunça que anda, como gosto de dizer a mim mesma. O céu está meio cinza, acredito que será um manhã chuvosa. Preciso dormir, recordo-me disso porque começou a tocar Birdy e as músicas dela são ideias para isso. 

Não queria dizer adeus agora, porém temo perder a hora de estudar amanhã. Não costumo endereçar as cartas que escrevo aqui, mas queria endereçar esta. Só pra dizer que a qualquer dia e a qualquer hora você ainda pode vir conversar e contar como foi seu dia.

                                 Com amor, Andresa.

As coisas mais legais do mundo! ♥ | Lançamentos

by - julho 06, 2016

 Yaaay! Tem jeito melhor de começar o post de hoje? Sim, conhecemos a Karol Pinheiro, foi incrível e documentei tudo num vlog pra vocês! Não faço vlogs constantemente porque eu não faço nada de muito interessante ao meu ver, mas tentearei fazer em todos os lançamentos possíveis.  


Tradicional foto de fila!


Temos muitas fotos legais, um vlog mega engraçado e um livro incrível para ser resenhado por aqui.




Saímos no insta da karol , SOCORRO!

Como documentei tudo em vídeo o post será curtinho, porém repleto de fotos. Espero que curtam o vídeo e que fiquem de olho na agenda do blog para que posam me encontrar nos próximos lançamentos

Agora as melhores fotos de todos os tempos, espero que tenham gostado do post e até o próximo lançamento! 











O amor nos tempos de #Likes | Estante

by - julho 01, 2016
A resenha de hoje é do livro O amor nos tempos de #likes que teve lançamento em Recife e o Blog compareceu, mais informações neste post.  


Nome: O amor nos tempos de #likes.
Autores: Pam Gonçalves, Bel Rodrigues, Hugo Francioni e Pedro Pereira.
Editora: Galera Record.
Páginas: 270 páginas.
Classificação: 
Onde encontrar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino 

Sinopse: Três contos sobre amor e como ele acontece das formas mais inesperadas possíveis. Aeroportos podem abrigar mais sentimentos do que pessoas. Uma viagem pode mudar o rumo das coisas e a distância não impede um amor de acontecer. Liz é uma youtuber famosa que está voltando para casa dos pais para passar o dia dos namorados com a família, mas graças a uma tempestade ela acaba presa num aeroporto. Madu está passando por uma fase difícil, o afastamento repentino de sua amiga, termino com o ex namorado tem balançando um pouco a vida dela. Mesmo com todas essas questões a garota não deixa de ser uma boa aluna e ganha uma viagem dos pais como presente pelo desempenho escolar, talvez ela não ganhe só isso indo até o Rio de janeiro. Júlio é escritor e sonha em publicar seu primeiro livro, mas o que ele não esperava era conhecer Ramon em um fórum online. O garoto é fã das suas histórias e eles mantém contato através das redes sociais, após muita conversa eles se aproximam rapidamente e talvez o sonho de Júlio de ser um escritor, talvez não esteja tão longe assim.



Sobre os contos:
Próximo destino: Amor.
Já imaginava que iria gostar, adoro a Pam e temos gostos literários parecidos. É um releitura de Orgulho e preconceito, antes da leitura do conto fiquei com um certo receio de não gostar já que ainda não li livro do qual ele foi adaptado. Adorei a Liz estou muito ansiosa para o livro dela, amei o conto me lembou bastante A probabilidade estatística de amor à primeira vista onde boa parte acontece num aeroporto, única coisa que não gostei é que passou muito rápido queria ter passado mais tempo com a Liz e o William.  

(Re)começos:
De todos o conto da Bel foi meu favorito, me identifiquei com a personagem principal em alguns pontos, talvez seja por isso que tornou o meu favorito. E escrita da Bel é muito gostosa, assim que acabei o conto tive vontade de recomeçar ele outra vez. Ao contrário dos outros contos, esse é o único contado em apenas um ponto de vista, neste caso o da personagem principal a Madu.

337 Km:
Acredito que o conto mais fofo dos três. O Ramon e Júlio, cada ponto de vista do escrito por um dos autores. Têm referências muito legais tanto literárias quanto de memes da internet. O conto foi baseado em Romeu o Julieta, os personagens vão viver um amor à distância. Adorei os dois, além de muito fofos a história é muito real. Quando lia, parecia que tinham duas pessoas conversando comigo e não que estava lendo.

Os três contos tem particularidades que se ligam entre si, o que achei muito bacana. É o meu primeiro contado com a escrita dos autores, adorei logo de cara. Cheio de referências bacanas, não só de livros, mas de música e memes da internet. Devorei o livro, literalmente. Li mais da metade dele no dia do lançamento. A escrita dele é muito fluída, quando terminei fiquei com vontade ler de novo. 

Se você curte romances essa com certeza uma boa indicação. Vale muito a pena ler!

Citações favoritas:
Só estou dizendo que não deixe de desfrutar sentimentos bons por medo de sofrer.
A saudade define a certeza.
Acontece que a minha ferida foi muito mais profunda que a dele, e a minha despedida demorou bem mais do que ele imaginava. Foi difícil, mas necessário.
Não se conquista respeito com ignorância e não é desmerecendo os outros que vai levantar sua autoestima. 

Já leram O amor nos tempos de #Likes? Me contem nos comentários.