Estante: Ninguém como você.

by - sexta-feira, março 11, 2016


Nome: Ninguém como você.
Autora: Lauren Strasnick.
Editora: iD
Páginas: 235 páginas.
Classificação: 

Onde encontrar: Amazon| Cultura | Saraiva| Submarino


Dia após dia, eu nunca me canso de olhar o seu rosto.

Sinopse: Holly perdeu a mãe há 6 meses, agora mora sozinha com seu pai e ela acaba de se envolver com um cara, mas o problema é que ele tem namorada. Seu melhor amigo deu pra ficar com varias garotas diferentes. Porém as coisas parecem mudar, mas conviver com um segredo não é uma tarefa muito fácil.

A Holly ainda está muito afetada, mesmo depois de meses da morte de sua mãe. Ela se encontra muto carente, é uma característica bem notável na personagem por mais que ela tenha o pai e Nils seu melhor amigo, ela se sente um pouco sozinha. Em algumas narrações dela a autora deixa isso bem visível ao leitor.
Ouvi a porta bater e senti meu coração partir no meio.
Confesso que alguns pontos a personagem me irritou um pouco, mas escrevendo essa resenha pensei melhor e refleti sobre um ponto o famoso "se colocar no lugar do outro" após sofrer uma perda dessas é normal que personagem fique melancólica ou com o estado emocional abalado.

Como comentou a School library journal: "Relato realista de um adolescente a necessidade de se sentir querido, seguro e amado." Na relação dela como Paul o garoto que tem uma namorada ela só quer se sentir amada, ter uma pessoa que lhe desse carinho e atenção que não fosse o seu pai. É difícil perder alguém que ama, ainda mais quando esse alguém é sua mãe.


O tempo cura tudo sabe? Isso mesmo todas as feridas.

O livro é muito rápido, parece que tem alguém te contando uma história e não que você está lendo uma. Meu único problema foi o final, ele acaba de maneira inesperada e foi inevitável não esperar por mais, mas as duas folhas seguintes estavam em branco e minha curiosidade não foi cessada por isso dei quatro estrelas. Queria muito ler os outros dois livros da autora, mas ainda não foram traduzidos.

Já leram ou querem ler Ninguém como você? Me contem nos comentários.

Você também pode gostar de

0 comentários