Escritos: uma prova, um destino

by - sábado, outubro 24, 2015


180 questões, 90 cada dia e uma redação no segundo. Em 05 horas, você tem que resumir sua vida escolar inteira em um simples ato de marcar gabaritos.

Será mesmo a melhor opção? Medir a capacidade de um indivíduo em uma prova. Esse sistema nos transforma numa máquina de marcar "x". Quando nós alunos sabemos que uma simples aula de história, sociologia ou filosofia agrega a nós bem mais do que qualquer prova de gabarito pode agregar.

Não desmerecendo as demais matérias, até porque o exemplo também é válido. Não preciso ter um diploma, nem cargo governamental para saber que meus colegas de classe que gostam aprendem bem mais do que o simples ato de marcar um papel.  

Exigir que alunos tenham 10 aulas por dia quando qualquer ser humano pode observar que isso não é proveitoso, pois sabemos que colégios públicos não recebem a estrutura adequada para esse tipo de aula. Entre essas e outra peculiaridades que sistema de educação pública sofre, comercias do governo nunca relatam o que realmente acontece nas escolas.

Até dezembro vou ser aluna de escola pública. E eu sou bastante grata aos meus professores por não terem me transformado numa máquina de marcar "X" e sim num ser pensante.  

Você também pode gostar de

0 comentários