Blog parceiro: Perfeita sintonia

by - julho 31, 2015
Oi gente, fiz parceria com um blog super legal de uma amiga a Helô, ela escreve sobre livros, seriados e música. 

Link do blog: http://perfeitassintonia.wix.com/harm

Redes Sociais:
https://www.facebook.com/prftsintonia
https://instagram.com/perfeita.sintonia

Deem uma passa lá e conheçam o blog dela ♥

Vamos escrever posts mensais com o mesmo assunto e eu espero que vocês gostem :)

#ProjetoLeiaUmNacional: Apresentação e conheçam a primeira entrevistada!

by - julho 29, 2015

Olá leitores, como estão? Passei minha última semana de férias planejando algo incrível para o blog, até que surgiu a ideia desse projeto. Corri pro computador e enviei vários e-mails e fiquei muito feliz por obter resposta de alguns autores na hora e surtei, não podia contar nada me nenhuma rede social então guardei pra mim e pulei de alegria pelo meu quarto. 

É com muito prazer e alegria que eu venho apresentar a vocês o projeto#LeiaUmNacional consiste me entrevistar vários escritores e apresentar o trabalho deles a vocês. 



A nossa primeira entrevista foi a Larissa Siriani que é uma autora muito fofa e atenciosa e eu amei entrevista-lá. Aqui estão as perguntas e as respostas dela:


PROJETO LEIA UM NACIONAL – ENTREVISTANDO ESCRITORES NACIONAIS – Larissa Siriane. 
1º Por que decidiu se tornar escritor?  
Não foi bem uma decisão, e sim um sonho de muito tempo que resolvi tornar realidade. Já escrevia há muitos anos quando, em 2009, resolvi arriscar a publicação independente. Eu tinha que começar de algum lugar, certo?


2º Qual sua maior inspiração para escrever?
A vida. Eu presto atenção em tudo que acontece e em todas as pessoas que encontro, e isso acaba se mostrando nos livros que escrevo. Todas as pessoas que cruzam a minha vida e tudo que já aconteceu comigo e com elas está, de alguma forma, nos meus trabalhos.


3º Já teve uma fase de bloqueio criativo? Se sim como foi que consegui sair dela?
Já, várias vezes. Em geral eu só espero passar. Não acho saudável ficar tentando tirar leite de pedra, sabe? Mas também me estimulo lendo, escrevendo textos curtos sem compromisso, e, principalmente, tentando não ficar muito tempo sem escrever, pra não me distanciar muito do texto.


4º Você acredita que as pessoas estão se tornando leitores mais cedo hoje devido ao mercado literário estar bem variado? 
Sim, e ainda bem! Com a aceitação e o espaço maiores pros livros jovem-adulto, aquele público na sua faixa de 10 a 13 anos que antigamente tinha só a série vagalume e Harry Potter pra chamar sua atenção tem mais e mais opções de livros feitos especialmente pra eles, e isso ajuda muito a estimular o gosto pela leitura. Mas também é papel dos pais e das escolas fazer com que os pequenos se interessem. Afinal, o livro pode muito bem existir e nunca cair nas mãos certas, né? É um trabalho em conjunto.


 5º Qual seu escritor favorito e por quê?
Tenho vários, mas no top 3 estão Markus Zusak, J.K.Rowling e Meg Cabot, pela mesma razão: eles conseguem me envolver e me cativar nas suas narrativas e através de seus personagens. Não se trata apenas de serem boas histórias, mas de um conjunto bem feito. Eles são o tipo de autor que me inspiram a seguir na profissão.


6º Gosta de produzir ouvindo música? Se sim quais?
Não muito. Eu gosto de relacionar músicas aos livros depois que o material está pronto, mas pra escrever, meu negócio é silêncio mesmo.


7º Hoje em dia os jovens vem cada vez mais devorando livros e mais livros, No futuro acredita que boa parte da nossa sociedade vai adotar o hábito da leitura com mais facilidade?
É uma previsão a longo prazo meio difícil de fazer, mas se o crescimento dos últimos anos é prova de alguma coisa, é de que tudo está mudando. Sou otimista. Acho que vai chegar um tempo, e ele nem está tão distante assim, em que seremos uma nação que lê.


8º Qual sua relação com seus leitores?
É incrível. Eu desenvolvi um relacionamento muito próximo com a maioria deles. Gosto de dar espaço pra que eles conversem, interajam, estejam presentes em tudo que eu faço. Mais do que isso, ter leitores é imaginar como aquelas pessoas vão reagir ao que você está trabalhando. Mais de uma vez já me peguei escrevendo uma cena e pensando em como tal pessoa reagiria, ou os comentários daquela outra... é uma sensação muito gostosa.


9º Sei como é maravilhoso para um escritor ter seu trabalho reconhecido, Como foi saber que livro seria publicado?
Todas às vezes foram incríveis, mas o último contrato que assinei – pro meu próximo livro, que sai pela Editora Verus – foi especial. Eu acordei com a minha agente me ligando pra dar a notícia, e fiquei uns dez minutos gritando e chorando, sem conseguir acreditar. É uma coisa pela qual batalhei por muitos anos, e agora finalmente está aqui. Não tenho palavras pra isso.


10º Faça ma lista dos seus 5 livros nacionais preferidos.
Uau, que difícil! Vamos lá!
1. Paula Pimenta
2. Raphael Draccon
3. Clara Savelli
4. Carina Rissi

5. Babi Dewet

 Para conhecer mais da Autora acesse os sites e confira seus livros e suas redes sociais:



Espero que tenham gostado da entrevista, Larissa foi um enorme prazer muito obrigada. Gostou da entrevista? Tem algum escritor para indicar? entre em conato pelo e-mail do blog ou por alguma de nossas redes sociais, um beijo e até o próximo post.

Estante: De volta aos quinze, Bruna Vieira.

by - julho 26, 2015
Oi gente, Resenha de domingo é uma leitura bem leve e da aproveitar bastante nessa época de frio e ler no final das férias se você está procurando um livro.


Nome: De volta aos quinze.
Autora: Bruna Vieira.
Páginas: 222 páginas.
Editora: Gutenberg.
Classificação:


"Mas, se eu pudesse, lhe dar a você um conselho, certamente seria para organizar e alinhar as suas prioridades." 


Sinopse: Anita tem 30 anos e não está nem um puco feliz com a vida que tem. Ela tinha vários sonhos, mas não realizou nenhum deles. O destino vai lhe dar um mãozinha e tudo vai mudar, um blog pode mudar a vida de uma pessoa completamente. O que você faria se pudesse voltar no tempo? Venha descobrir e embarque nessa aventura.



Ter 30 anos e descobrir que nenhuma das suas escolhas levou até o seu sonho é algo muito triste, mas e se isso tudo pudesse mudar? Imagina que louco se conseguisse voltar no tempo e apagar os erros do passado e realizar todos os seus sonhos. Ela não estava nem um pouco satisfeita com rumo que a sua vida tinha tomado, nem com os amigos, nem com sua profissão e tão pouco consigo mesma. Depois de voltar para sua cidade natal para o casamento de sua irmã 

"Pena.O sentimento mais desprezível. Principalmente quando vem de alguém com quem você realmente se importa."

Ela encontra o seu antigo blog e lê o seu primeiro post do primeiro dia de aula no ensino médio. De repente tudo começa a girar e ela se vê no seu quarto no dia em que escreveu aquele post e não acredita no que está acontecendo só quer aquilo passe logo.

Depois disso acontecem os maiores desfechos da história. Anita vai entender de uma vez por todas o poder das suas escolhas. Um amor adormecido que nem a própria se dava conta que existia vai surgir e a história vai se tronando uma emocionante aventura.
"E no final das contas, amar é simples: encontrar alguém realmente se importe"
Adoro a escrita da Bru, desde o primeiro livro dela que eu me apaixonei por ela. Uma coisa muito presente em seus livros e textos é que sempre tem uma mensagem legal para para pro leitor. Isso bem muito legal, além de incentivar mais pessoas ao hábito da leitura. Já  tive a oportunidade conhecê-la e foi incrível e tem post aqui no blog sobre isso. Link do post.

Dentro do livro tem umas ilustrações super legais, uma delas é essa playlist de música:

Ainda essa semana vou liberar a resenha do segundo livro, espero que tenham gostado dessa. Se gostou, comenta aqui em baixo. Já leu livro ou tem vontade de ler? Me contem nos comentários.  

Escritos: Laços que me causaram danos.

by - julho 23, 2015

Leia ouvindo: Please Don’t Say You Love Me - Gabrielle Aplin

Você nunca foi uma boa opção é imaturo demais. Enquanto eu quero alguém para dividir a vida, você se importa quando copos de vodca tomou aquela noite. Eu sempre vivo perdida nas minhas histórias, você nas suas baladas e nas músicas que produz. 

Eramos como água e óleo, concordávamos em poucas coisas. Admirava-te por ser tão maduro em algumas situações e ainda mais por me mostrar um lado meu que nem eu conhecia, nunca imaginei que fosse tão vulnerável as pessoas, ainda mais depois dos danos. Pensei ter me livrado ta facilidade em cair em certos truques, meus parabéns, você quebrou a redoma de vidro que eu demorei anos para construir. 

A camada parecia grossa e bastante instável ao meu ver, tolice minha, era só me coração tentado me convencer que eu estava pronta para outra. Quando nunca estive. A fragilidade em que meu coração ficou me fez ver muitas coisas de maneiras diferentes e autoavaliar essa coisa que chamam de amor.

Ao contrário do que meus amigos me dizem sempre que eu os dou conselhos, eu não entendo nada sobre o amor. Eu passei aprender com você e por mais que me doa, ainda guardo pequenas recordações. Contigo aprendi coisas incríveis e ao invés de histórias inacabadas e dolorosas, passei a guardar momentos. 

Como o sorriso fofo que deu quando lembrei qual era sua banda favorita ou quando ficou com vergonha de me ver de novo, pois eu estava cercada de garotas, a maneira fofa como abriu seu coração pra mim e contou dos seus danos e eu contei dos meus. O único problema foi eu ter mergulhado de cabeça e você apenas observar atento enquanto tentava me acompanhar e se afogou no caminho.

Apesar de ser raso, meu mergulho foi fundo. Já o teu, foi um tanto desesperado por atenção e zelo. Tu realmente não querias um amor, porém mesmo assim tentou abrir seu coração. Seu erro foi se prender ao passado e não viver o presente. Meu coração está se curando a ferida já não dói tanto, mas os laços desse amor me causaram tantos danos.



Escritos: Não se esqueça que ouviu de mim, amigo estou aqui.

by - julho 20, 2015
        Leia ouvindo: Amigo estou aqui - Toy Story ♥


Quando eu era criança amava Toy Story e sempre quis ter um amiguinho como o Andy. Conheci várias pessoas ao longo da minha vida, muitas se foram, mas as melhores ficaram. 

E sou grata a todas elas, pois cada uma contribuiu para o meu amadurecimento como pessoa e prestar atenção no campo das amizades e aprender ao pé da letra que quantidade não significa qualidade. Me peguei olhando fotos antigas de momentos eternizados, sinto-me feliz e com muita saudade. 

Tenho as melhores pessoas do mundo ao meu lado, sou muita grata a elas por isso e amo todos sem exceções. Todos os dias aprendo uma coisa diferente com cada um de vocês e reformulo meu conceito de amizade e acrescento coisas boas nos meu dia a dia, graças ao amor e carinho que recebo de vocês.

Não sou a melhor pessoa do mundo em demostrar sentimentos, Prefiro optar pelas palavras e destrinchar as ideias no papel. Mas escrevendo esse texto, não consegui encontrar palavras suficientes que expressem meu carinho, admiração e amor por vocês. 

Feliz dia do amigo :)

#Viciada em Séries: 5 momentos de PLL ♥

by - julho 20, 2015
Sempre que assisto alguma série guardo uns trechos especiais em minha memória. E quase sempre acabo os encontrando no tumblr ou we heairt os mesmo, pensei em compartilhar com vocês alguns deles e espero que gostem. 

O primeiro post será sobre Pretty little liars uma das minhas série preferidas da atualidade.



Penso nisso quase sempre e imagine se isso se tornasse realidade, Quantas ruas não estariam inundadas nesse momento?



          * Um desejo da maioria das garotas quando estão apaixonadas.
O que eu diria para algumas pessoas que vão embora e depois brotam no nada e agem como se nada tivesse acontecido.


 
* Uma grande verdade sobre a vida, talvez a maior delas.
E esse último é em especial para o dia de hoje, amigos são a família que a gente escolhe, portanto escolha bem a sua.

Gostaram do post? me contem o que acharam nos comentários! ♥

Estante: Cinderela pop, Paula Pimenta.

by - julho 19, 2015

Oi gente, tudo bem? Hoje o post é uma resenha de Cinderela Pop da Paula Pimenta, fui no lançamento desse livro aqui em Recife, tem post sobre isso aqui no blog e vai lincado aqui.

Nome: Cinderela pop.
Autora: Paula Pimenta.
Editora: Galera Record.
   Páginas: 156.   
Classificação:


Sinopse: Ela era feliz, doce, meiga e a mais lindas princesas, até que um dia seu conto de fadas virou filme de terror. Cintia é uma garota que acaba de passar por problemas familiares, E está tendo que reconstruir sua vida. O castelo já não é o mesmo, a vida já não tem tanta graça e as cores foram trocadas pelo preto que simboliza o luto. Em meio a tanta tristeza uma luz vem do céu,o verdadeiro amor é capaz de coisas incríveis a escuridão finalmente ganhará cor e Cinderela vai encontrar seu verdadeiro amor. 
"Porém, ao abrir uma nova janela, ela viu que não havia sobrado sonho nenhum".
A Cintia está passando por problemas com pais, depois de um triste acontecido sua mãe foi morar no Japão e ela vai morar com sua tia. Como se já não bastasse seu pai se casa de novo.

Não é segredo pra ninguém que eu apaixonada pela narrativa da Paula, mas nesse livro me senti com 13 anos de novo. Foi uma sensação tão boa, que nostalgia maravilhosa esse livro me proporcionou.  
"Mas quem sabe, né? Ás vezes uma pessoa especial pode estar bem na nossa frente e não conseguimos enxergar pelo fato de ela estar esconda atrás de um disfarce, fingindo ser que não é..."
Em meio a toda essa bagunça sua escola decide proibir o uso celular no horário escolar, porém o intervalo da escola é o único horário que pode falar com sua mãe. Ela terá de falar com seu pai depois de meses e isso não será muito fácil. Nesse meio tempo morando na casa da tia o Rafa namorado dela arrumou um emprego pra Cin de Dj, mas uma situação bem inusitada aparece, A dj é convidada a tocar na festa de suas irmãs adotivas, como será que ela vai escapar dessa enrascada?

No meio de toda essa bagunça tem um cara (sempre tem né gente?) o Fred Prince apesar de não gostar do seu estilo musical, eles acabam se conhecendo inusitadamente. Dizem que o verdadeiro amor nasce em tempo difíceis não é? O Fred e Cin tem muita história pra contar que tal embarcar nessa aventura com a Paula? 
"Você sabe perfeitamente que o amor não existe. É um invenção de Hollywood par iludir mocinhas inocentes e deixá-las com coração partido depois."
Leiam Cinderla pop e me contem o que acharam! Já leu o livro? Me conte o que achou nos comentários ♥

Wishlist: Lançamentos de Julho.

by - julho 15, 2015
Oi gente, faz tempo que não faço esse tipo de post no blog, nesse mês de julho vão ter vários lançamentos legais e queria compartilhar minha wishlist desse mês, espero que gostem.

01 - Muito mais que cinco minutos, Kéfera Buchmann.


Sinopse: Você conhece a Kéfera? Pois deveria! Com 22 anos, Kéfera Buchmann reúne quase doze milhões de seguidores nas suas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram). Só o seu canal no YouTube, “5inco minutos” (procura aí na internet), tem cinco milhões de assinantes e é o quarto mais visto do Brasil. Tá achando pouco? Ela ainda recebe diariamente centenas de mensagens de fãs do Brasil todo e é parada na rua a todo momento. Se o YouTube é de fato a nova televisão, como acha muita gente, hoje Kéfera é o equivalente aos antigos astros globais. Tão conhecida e amada quanto eles. Neste livro, que tem literalmente a sua cara, Kéfera parte de sua vida para falar de relacionamentos, bullying, moda e gafes e conta uma série de histórias divertidas com as quais é impossível não se identificar.

2- Não se iluda, não. Isabela Freitas. 


Sinopse: Depois de passar um ano sem namorado, Isabela está determinada a realizar o grande sonho de ser uma escritora reconhecida. Resolve dar os primeiros passos anonimamente, criando um blog onde assina como A Garota em Preto e Branco. Em seu diário virtual, ela desabafa, fala dos amigos, dos não tão amigos assim, e confessa suas aventuras e desventuras amorosas. Assunto é o que não falta. 
Durante uma temporada agitada em Costa do Sauípe, na Bahia, acompanhada por Pedro, Amanda e sua insuportável prima Nataly, Isabela conhece o irresistível Gabriel, um sujeito praticamente perfeito, a não ser por um pequeno detalhe... Entre shows e passeios na praia, Isabela precisa admitir para si mesma que sente uma atração cada vez maior pelo seu melhor amigo. 
Em seu segundo livro, Isabela Freitas dá sequência às histórias dos personagens de “Não se apega, não”. Dessa vez, com a cabeça nas nuvens e os pés firmemente no chão, a personagem Isabela vai em busca daquilo que seu coração realmente deseja, mesmo quando seu caminho é bem acidentado e cada curva parece esconder uma nova surpresa.

3 -Em busca de Cinderela, Colleen Hoover.



Sinopse: Daniel está no breu do armário de vassouras da escola – o perfeito esconderijo para quem quer fugir do mundo real –, quando uma garota literalmente cai em cima dele. Às cegas, eles trocam juras de amor; amor esse que vem com certas condições: deverá durar apenas uma hora e não passará de um faz de conta. Quando o tempo acaba, e a garota misteriosa foge como Cinderela à meia-noite, Daniel tenta se convencer de que o que aconteceu entre eles só parecia perfeito porque era puro fingimento.
Um ano depois, Daniel conhece Six, e logo percebe que é possível nutrir um amor de conto de fadas por alguém completamente real. Especialmente quando os dois únicos amores de sua vida se revelam a mesma pessoa.
Mas infelizmente, para Daniel, encontrar sua Cinderela não significa ser feliz para sempre… No mundo real, os problemas também são reais. E somente juntos eles vão perceber que o amor verdadeiro é capaz de provar que um casal não precisa ser perfeito para ter seu final feliz.

4- Na porta ao lado, Luiza Trigo.


Sinopse:Na porta ao lado, retoma as personagens de Meus 15 anos - as amigas Bia, Carol, Amanda, Pri e Roberta - e gira em torno das abenturas e desventuras de Carol, que começa o novo ano na escola tendo que encarar não só o casamento de sua mãe e uma mudança de casa, mais também o padrasto como professor e o filho dele como colega de turma. Parece muito azar para uma garota só! Mais muitas outras surpresas aguardam a protagonista, suas amigas e os leitores ao longo dessa história feita de descobertas, amores, sonhos, desilusões, alegrias, decepções e amadurecimento, como a vida de todo adolescente. 



5- Joyland, Stephen King. 
SinopseCarolina do Norte, 1973. O universitário Devin Jones começa um trabalho temporário no parque Joyland, esperando esquecer a namorada que partiu seu coração. Mas é outra garota que acaba mudando seu mundo para sempre: a vítima de um serial killer.

Linda Grey foi morta no parque há anos, e diz a lenda que seu espírito ainda assombra o trem fantasma. Não demora para que Devin embarque em sua própria investigação, tentando juntar as pontas soltas do caso. O assassino ainda está à solta, mas o espírito de Linda precisa ser libertado — e para isso Dev conta com a ajuda de Mike, um menino com um dom especial e uma doença séria. 


O destino de uma criança e a realidade sombria da vida vêm à tona neste eletrizante mistério sobre amar e perder, sobre crescer e envelhecer — e sobre aqueles que sequer tiveram a chance de passar por essas experiências porque a morte lhes chegou cedo demais.

Ansiosos para os lançamentos? Me contem qual o mais esperado de vocês nos comentários! ♥


Estante: Fazendo meu filme 3: O roteiro inesperado de Fani.

by - julho 14, 2015
Olá, tudo bem com vocês? Continuando com a resenha da série Fazendo meu 
filme da Paula Pimenta ♥ Este é o terceiro livro da série e o meu favorito! 


Autora: Paula Pimenta. 
Editora: Gutenberg.
Páginas: 418.
Classificação: 

“Demorei pra entender que o mundo não é um grande cinema. Lá, a história acaba quando a luz se acende. Aqui, não existe apenas um final. Existem vários. Alguns deles são felizes. Outros não.”

Sinopse: Depois de passar meses na terra da rainha, Fani está finalmente voltando para casa. Depois de sofrer com a saudade da família, amigos e do Leo. Qual será o rumo que a vida dela vai tomar? Em meio a sorrisos e lágrimas, ela vai descobrir que não existe filme melhor do que própria vida e que um coração partido pode significar muitas coisas, não só tristeza. O roteiro desse filme só começou, espero que você tenha muita pipoca para aproveitar está bela história.

“Aquela menininha que você conhecia não teria dado conta… Ela não teria suportado tanta dor. Ela teve que crescer.”
Depois de ter experiências incríveis, Fani está de volta ao Brasil. Esse é meu livro favorito da série foi o livro que mais me tocou sem dúvida. Sorri, chorei e gritei com a personagem. 

"O destino pode ser cruel, como sua cartomante disse. O amanhã pode não existir, como escrevem os poetas. O mundo pode até acabar, como os cientistas preveem. Mas nada vai ter força de apagar o meu sentimento.”
A Paula sempre me surpreende nos livros desta série, quando você pensa que está tudo bem, algo novo acontece muda todo o rumo dessa história.  Uma dica pra vocês que ainda vão ler o livro, observem as capas dizem muito sobre os acontecimentos. Foi uma completa avalanche de sentimentos, meu coração acabou em cacos depois dessa leitura. 

Após todo o sofrimento da saudade da família e principalmente do Leo, o seu melhor amigo e agora NAMORADO! Sim, eles finalmente ficam juntos, mas antes que pensem que isso é spoiler, leiam o livro tem muita coisa para rolar ainda.
“Aqui, não existe apenas um final. Existem vários. Alguns deles são felizes. Outros não. Nessa sala de embarque, só me resta esperar pelo próximo fim. E torcer para que ele seja melhor.”

A história vai girar em torno da personagem tentando tomar a sua rotina anterior ao intercâmbio. E a briga principal que vestibular a Fani irá prestar, cinema ou direto?  Vamos conhecer um pouco mais dos irmãos dela, descobrir algumas características da sua mãe que não tão agradáveis, contudo o mais importante de todos os conflitos o real amadurecimento dela. Amores do passado irão vir a tona novamente e isso deixara tudo mais confuso para Estefânia.


Meu coração foi partido em mil pedacinhos no final desse livro, porém com gostinho de quero mais e o quarto sem dúvida superou minhas expectativas, mas isso é assunto de outro post. 

“Não se preocupe com o que está deixando pra trás. Certas coisas vão e voltam em nossa vida. No momento certo, elas ficam.”
Já leram Fazendo meu filme 3? Me contem nos comentários! ♥